Olhar Direto

Quarta-feira, 19 de junho de 2024

Notícias | Cidades

NESTA SEGUNDA

Familiares e amigos lotam capela em despedida ao investigador da PJC morto em tragédia com motocicleta; veja imagens

10 Jun 2024 - 11:45

Da Redação - Mayara Campos / Do Local - Gustavo Castro

Foto: Olhar Direto

Familiares e amigos lotam capela em despedida ao investigador da PJC morto em tragédia com motocicleta; veja imagens
O investigador da Polícia Civil Juann Paulo Queiros de Melo, 43 anos, morto em um acidente envolvendo sua motocicleta no Distrito de Água Fria, no domingo (09), é velado na capela Funerária Santa Rita, nesta manhã de segunda-feira (10). Descrito como excelente profissional e ser humano, familiares, amigos e colegas de trabalho lotam o espaço do velório, para a última despedida ao policial.


Leia mais
Investigador que morreu em acidente de moto era chefe de operações da Dema: 'querido por onde passou'

“A Polícia Civil está em luto, perdemos um excelente profissional, que dedicava sua vida ao trabalho policial, que tinha muito amor e paixão e além de tudo, um excelente ser humano, um pai, um filho, enfim, é uma grande perda para rodos nós. Uma pessoa companheira, era uma pessoa muito agradável para estar por perto”, declarou o delegado Vitor Hugo Bruzulatto, diretor de Atividades Especiais, ao Olhar Direto.

O motociclismo era um hobbie de Juann, conforme relatado pelos amigos. A tragédia de sua morte também vitimou um outro motociclista, o empresário Kelvin Felipe Jacobowski de Abreu, de 29 anos. A dupla estava em alta velocidade quanto colidiram contra a traseira de uma Fiat Toro, na MT-246. Eles retornavam de um passeio de moto com um grupo de amigos.

Um dos amigos de Juann presenciou a cena e ficou muito abalado com o acidente. Segundo ele, que preferiu não se identificar, tudo ocorreu de forma muito rápida.

“A moto era um hobby dele e que infelizmente aconteceu essa tragédia. Muito triste receber a notícia, era um parceiro de trabalho. Hoje estou como diretor de atividades especiais e ele era o chefe de operações da delegacia, subordinada à minha diretoria, na Dema. Estamos todos abalados, a PJC está dando todo o suporte nesse momento difícil, de dor, amparando os familiares e amigos. E o Juann merece uma despedida à altura de como foi como pessoa e profissional”, finalizou o delegado Vitor Hugo.

Atualmente, Juann estava trabalhando na Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema) como chefe de operações, função que ele já exerceu na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
 
Durante sua carreira policial, iniciada na instituição em abril de 2007, Juann também trabalhou na Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), Delegacia de Repressão ao Entorpecente (DRE) e Delegacia de Roubou e Furtos de Veículos (Derfva).

Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

xLuck.bet - Emoção é o nosso jogo!
Sitevip Internet