Olhar Direto

Quarta-feira, 19 de junho de 2024

Notícias | Política MT

EXECUÇÃO DE SARGENTO

Mendes diz que mais câmeras ajudariam na caçada de assassino e afirma que Cuiabá instalou zero equipamentos

Foto: Mayke Toscano/Secom-MT

Mendes diz que mais câmeras ajudariam na caçada de assassino e afirma que Cuiabá instalou zero equipamentos
O governador Mauro Mendes (UNIÃO) fez críticas nesta segunda-feira (10) à gestão municipal de Cuiabá por não ter realizado a instalação de câmeras de videomonitoramento de segurança nas ruas e avenidas da Capital. As críticas do governador ocorrem na esteira da procura de Raffael Amorim de Brito, apontado como o autor do assassind do sargento  da Polícia Militar, Odenir Alves Pedroso, executado no último dia 28 de maio, em Cuiabá. 


Leia também
Alvo de operação da PF, vereador Paulo Henrique é acionado na Comissão de Ética


Segundo Mendes, o governo adquiriu 15 mil câmeras de segurança através do programa Vigia Mas MT para distribuir aos municípios do Estado de Mato Grosso. Dessas, 4 mil seriam para Cuiabá, que, de acordo com o governador, não instalou nenhum equipamento até o momento”. 

“É lamentável que Cuiabá e Várzea Grande não evoluíram na instalação de câmeras de monitoramento. Compramos 4 mil câmeras para Cuiabá e estão lá para fazer a instalação”, disse Mauro Mendes, em entrevista ao Jornal da CBN, da Rádio CBN Cuiabá, na manhã desta segunda. 

“No interior, temos a prefeitura que já instalou 100%; a maioria”, acrescentou, dizendo ainda que a presença de câmeras ajuda na localização de criminosos e que o equipamento desempenha um papel importante na política de segurança pública. “Por que rapidamente identificamos o cara que assassinou o sargento Vidal? Porque tínhamos algumas câmeras particulares na região, mas aquilo deu trabalho. Se fosse nossa câmeras…”.

O programa Vigia Mais MT foi criado em 2022 com o objetivo de ampliação do sistema de videomonitoramento para locais onde já exista ou possa haver a cessão de uso de dispositivos de captação de imagens por entes públicos ou privados, auxiliando o planejamento da ação policial.

O governador afirmou que mais de 100 municípios do interior adquiriram a tecnologia por meio do programa. Segundo ele, “isso ajuda a investigar, monitorar e dificultar a vida do bandido”. O governador comunicou também que já ordenou a compra de mais 10 mil câmeras com reconhecimento facial. 

Ainda sobre a morte do sargento, Mauro retirou que as forças de segurança estão empenhando em descobrir o paradeiro do criminoso e que a ordem é encontrá-lo. “Se bandido achar que pode matar policiais e ficar por isso mesmo, acabou. Estamos cobrando que todos [as forças de segurança] vão para cima para encontrar esse cara. Ele tem que ser encontrado”. 
 
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

xLuck.bet - Emoção é o nosso jogo!
Sitevip Internet