Olhar Direto

Quarta-feira, 19 de junho de 2024

Notícias | Política MT

'AFETA OS MENOS AFORTUNADOS'

Contra PEC das Praias, Jayme defende que matéria seja melhor debatida no Congresso

10 Jun 2024 - 18:20

Da Redação - Rafael Machado/ Do Local - Max Aguiar

Foto: Saulo Cruz/Agência Senado

Contra PEC das Praias, Jayme defende que matéria seja melhor debatida no Congresso
O senador Jayme Campos (União) disse que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que permite a privatização de terrenos da marinha, mais conhecida como PEC das Praias, precisa de uma discussão mais profunda antes de ser votada no Senado Federal.


Leia também
Com fim do prazo, Mauro vai a Brasília para cobrar licenciamento do Portão do Inferno: 'atraso compromete projeto'


Inicialmente, Jayme comentou ser contra a privatizações de regiões litorâneas do país, no entanto, ressaltou que precisa conhecer melhor o que diz o texto da matéria. Ele destacou que, caso a intenção seja privatizar qualquer região, nenhum senador será favorável, principalmente após a polêmica que se criou acerca do tema.

“Tenho certeza que essa PEC, que nasce morta, tem que ser muito bem discutida e ver qual é a sua essência, se deixa de fato é uma coisa de bom para sociedade ou se é negócio que eventualmente querem fazer. A praia é um direito do cidadão brasileiro, sobretudo, os menos afortunados. Você não pode deixar a praia só para bacana ou para rico. Não vi ainda o conteúdo dela, chegando em a Brasília amanhã vou analisar”, frisou.

O relator da PEC, senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), fez algumas alterações no texto para tentar fazer com que a matéria possa ter pareceres favoráveis nas comissões e no plenário. De acordo com a imprensa nacional, ele incluiu um parágrafo no texto em que diz “não será permitida a utilização do solo que impeça ou dificulte o acesso da população às praias”.

“Inicialmente falaram que essa PEC era para disponibilizar algum patrimônio da Marinha brasileira, existem em muitas áreas, que certamente poderia ser até bom para a Marinha. Entretanto, é um assunto que ele mexe também com a vida das pessoas e temos que analisar com muita tranquilidade e ver se de fato aquilo que estão falando retrata a verdade”, ressaltou.

O senador ainda criticou a polêmica sobre a matéria, sendo que a maioria não sabe sobre a sua essência. A PEC ganhou notoriedade na mídia pelos embates entre a atriz Luana Piovani e o jogador Neymar Júnior nas redes sociais.

“Particularmente, vi como a maioria absoluta, isso é um problema externar opiniões que certamente são opiniões sem ter assim um profundo conhecimento de como vai ser de fato a implantação, se aprovada espero que seja para o bem estar, para atender a população brasileira, conta comigo, caso contrário sou contra”, frisou.
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

xLuck.bet - Emoção é o nosso jogo!
Sitevip Internet