Olhar Direto

Segunda-feira, 29 de maio de 2017

Notícias / Política MT

Professores denunciam atraso no pagamento e Governo esclarece erro pelo Banco do Brasil

Da Redação - Patrícia Neves

11 Jan 2017 - 10:11

Professores denunciam atraso no pagamento e Governo esclarece erro pelo Banco do Brasil
Sem receber salários, alguns dos profissionais ligados à Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso (Seduc-MT) reclamaram na manhã de hoje, 11, quanto ao atraso para a  quitação da folha salarial referente ao mês de dezembro, anunciada para o dia 10. O número de profissionais que ainda aguardam o crédito em suas respectivas contas não foi divulgado.

Leia Mais:
Para evitar atraso na folha salarial, Governo pede adiamento de parcela do duodécimo

O Governo do Estado, por meio de nota, confirmou que o problema ocorreu por conta de um erro no processamento de dados pelo Banco do Brasil. Ratificou ainda que a situação não abarca a todos os profissionais da área da educação.

De acordo com a Secretaria de Fazenda, a folha líquida de dezembro soma R$ 409 milhões para pessoal da ativa, inativo e pensionista. Os valores referentes ao pagamento serão creditados nas respectivas contas dos funcionários ao longo do dia, segundo a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz).

Confira a íntegra da nota:

O Governo de Mato Grosso esclarece que realizou todos os procedimentos para o pagamento dos servidores públicos estaduais no prazo legal, 10 de janeiro. Em razão do não pagamento a alguns servidores, o Governo do Estado solicitou, por meio da Secretaria de Fazenda (Sefaz), informações do Banco do Brasil, que reconheceu um atraso no processamento na folha de alguns servidores da Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc).
O Banco do Brasil informou à Secretaria de Fazenda que o problema já foi corrigido e que os pagamentos que ficaram pendentes foram realizados na manhã desta quarta-feira (11).

19 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Ana Paula
    12 Jan 2017 às 14:42

    Desculpem todos, mas o governo de Mato Grosso precisa investir em coisas mais importantes do que salário de professor, como Corrida de Reis da TV Centro América.

  • ademir pereira da Silva
    12 Jan 2017 às 12:52

    E eu como professor e com a conta número 127091-5, ag~encia 23639, paguei todos os emprestimos e CDCs (parcelas) com juros e correções monetárias. E o meu limite de cheque especial ficou suspenso pelo banco. A minha gerente é Priscillla Daiane Durks burtimeyer, Telefone da ag~encia 4003 3001. Em frente ao Museu da CDágua Velha(Comandante Costa), em Cuiabá-MT. E o limite até agora não voltou. Obrigado.

  • SERVIDOR
    12 Jan 2017 às 10:42

    lamentavel isso e me compadeço com os profissionais da educação..

  • FELICIDADE ALMEIDA QUEIROZ
    12 Jan 2017 às 07:05

    Hoje dia 12 meu pagamento ainda não esta na conta, fiz uma renegociação de divida atrasada com o Banco do Brasil ver se não pagava mais juros mais informei dia 10 com data do vencimento. Continuarei pagando juros.

  • CIDADÃO MATOGROSSENSE
    11 Jan 2017 às 22:04

    Descobriram, inventaram, criaram, imaginaram, um novo sinônimo para "a culpa é do sistema". Se quando os "bandidos de colarinho branco" governavam o país o "sistema" não errava tanto, o que vamos dizer dos governantes atuais... Há gente tão mesquinha que conta até os segundos para pagar o que é de direito do trabalhador.

  • Justo
    11 Jan 2017 às 18:52

    Não está bom pede conta, tem muita gente que não sabe o que é salário a muitos anos, esse fica reclamando, vem para Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

  • Guru Analista
    11 Jan 2017 às 17:22

    Com tantos problemas econômicos e estruturais que o estado atravessa, o governo ainda quer fazer concurso público para aumentar funcionários efetivos. Servidores efetivos significa mais compromisso permanente para o estado. No caso do contrato temporário, de acordo com a necessidade de cada órgão, através de exame seletivo, com provas e títulos, é a melhor opção.

  • Liliamme
    11 Jan 2017 às 15:22

    Mentira desse Governador, tenho uma amiga que mês passado recebeu seu pagamento no dia 12/12, ele está fazendo o que quer no Governo.

  • alexandre
    11 Jan 2017 às 13:31

    Nem coragem de assumir que gastaram todo o dinheiro com os Poderes eles tem... 46 milhões.

  • elcio
    11 Jan 2017 às 13:19

    zombam dos servidores e ainda vem com desculpas. pura incompetência. se sabiam que a data é dia 10, porque não revisaram para não ocorrer o tar erro. kkkkk se é dia 10 o salario deve ser depositado as 00 horas e não as 18 horas como ocorreu para maioria ontem. sem falar que para completar os caixas do banco do brasil ficam fora do ar. vejo que isto deve ser apenas uma coincidência. o que acham? coincidência, não!

Sitevip Internet