Olhar Direto

Terça-feira, 27 de junho de 2017

Notícias / Política MT

Com saúde recuperada Júlio Campos não descarta disputar cargos públicos em 2018

Da Redação - Érika Oliveira

16 Jun 2017 - 14:14

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Com saúde recuperada Júlio Campos não descarta disputar cargos públicos em 2018
O ex-senador e ex-governador Júlio Campos (DEM) surpreendeu a todos devido a sua rápida recuperação, depois de passar por um transplante de fígado no dia 11 de março, no Hospital São Carlos, em Fortaleza (CE). Na última segunda-feira (12), três meses após o procedimento, Júlio Campos deu mais uma demonstração de força ao afirmar que não descarta disputar cargos públicos novamente.

Leia mais:
Com fígado de 24 anos, Júlio Campos surpreende médicos, deixa UTI e manda recado para mãe e filhos

“Se até lá [eleições em 2018] não tiver ninguém, a saúde que me faltava, eu já tenho", respondeu Júlio Campos, durante evento no Palácio Paiaguás, ao ser questionado por um grupo de jornalistas sobre a possibilidade de retorno à vida pública.

Com mais de 70 anos, a rapidez de sua recuperação surpreendeu até mesmo aos médicos. A maioria das pessoas que passam por transplante de fígado permanecem ao menos 72 horas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), no pós-operatório, e, depois, duas semanas internado. A previsão de alta médica era o próximo sábado, dia 24, mas os médicos Ben-Hur Ferraz Neto e José Huygens decidiram que poderia deixar nesta terça-feira.

Há tempos ele sofria de uma cirrose hepática, em decorrência de hepatite, o que lhe causou sérios problemas no fígado durante muitos anos. O órgão foi condenado em 2015, com agravamento da doença, obrigando Júlio a entrar na fila para receber um novo fígado, no Ceará, considerado referência em transplante do gênero.

Júlio Campos iniciou a vida pública como presidente do Grêmio da Faculdade de Agronomia de Goiás. Depois, foi secretário de Obras e prefeito de Várzea Grande. Também foi governador de Mato Grosso (1983-86) quatro vezes deputado federal e senador da República (1991-1999), além de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Campos encerrou o seu último mandato em fevereiro de 2015, na Câmara dos Deputados – sem disputar a reeleição.

25 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Ana
    25 Jun 2017 às 15:38

    Para recuperar e disputar uma campanha politica, tem que estar muito bem ( http://www.vulcanoad.com.br/gordura-no-figado/ )

  • Teodoro Maciel
    17 Jun 2017 às 09:09

    Neste deserto de homens públicos sérios,competentes e dinâmico, o nome do Julio Campos merece sim ser convocado para colocar nosso Mato Grosso no processo de desenvolvimento econômico e social. FOI um ótimo Governador e excelente Senador e Deputado federal. Tem o meu voto.

  • André
    17 Jun 2017 às 08:46

    Isso é loucura, eu com os meus 32 anos de vida, sei quem são essa turma, e o povo ainda querem ressuscita-lo. O ser humano é algo para ser estudado permanentemente.

  • Zé Bedel
    17 Jun 2017 às 08:24

    Vôte, cruz credo!

  • Reginaldo
    17 Jun 2017 às 07:32

    Sr Julinho, provável que o senhor encontrará um cenário bem mais milindroso do que o tempo que os "Campos" mandavam e desmandavam no MT. Estou aqui há 30anos e sou do tempo que o povo achava bom o lema: "Rouba mas faz!" A que ponto chegamos, aceitar e apoiar alguém só porque recebeu um aperto de mão, uma promessa de trabalho pro sobrinho, um muro pré-moldado, uma citação no palanque, uma "ajudinha" com a fila do hospital ou vaga na creche... SIM, nós merecemos os políticos que estão aí! Nós merecemos! Lembrem-se: para que os maus triunfem, basta que os bons se calem!

  • Antonio Carlos Candia Junior
    17 Jun 2017 às 07:32

    Tem meu total apoio grande homem, fez um dos maiores governos que esse Estado ja viu. Depois de Julio, essas grandes cidades do norte foram criadas, e um Mato Grosso voltado ao progresso foi se desennhando.

  • Bea
    16 Jun 2017 às 23:14

    Chega fio, cuide só de sua família q já faz um grande favor.

  • Bea
    16 Jun 2017 às 23:14

    Chega fio, cuide só de sua família q já faz um grande favor.

  • Cesinha
    16 Jun 2017 às 22:45

    Nãooooooooooo...nos jovens queremos pessoas contemporâneas ...nao oligarquia ditatoriais!!!

  • Zico
    16 Jun 2017 às 21:14

    Não foi esse que disse que se " batesse no coco o povo vinha correndo". Me perdoe se estou confundindo o ditador.

Sitevip Internet