Olhar Direto

Terça-feira, 19 de setembro de 2017

Notícias / Cidades

Governo escolhe empresa e retomada da trincheira do Santa Rosa custará quase R$ 5 milhões

Da Redação - Wesley Santiago

12 Set 2017 - 16:12

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Governo escolhe empresa e retomada da trincheira do Santa Rosa custará quase R$ 5 milhões
A Secretaria de Cidades (Secid) escolheu a empresa Concremax Concreto Engenharia e Saneamento para concluir as obras da Trincheira Santa Rosa, localizada na avenida Miguel Sutil, em Cuiabá. A contratação da construtora ocorreu com dispensa de licitação, após a realização de dois processos licitatórios sem interessados e um terceiro fracassado. Ao todo, serão utilizados R$ 4,99 milhões para finalizar o projeto.

Leia mais:
Wilson afirma que governo deverá escolher empresa para retomar obras da trincheira Santa Rosa
 
A homologação consta do Diário Oficial de 6 de setembro, que devido ao feriado de 7 de Setembro, circulou nesta terça-feira (12). Segundo o secretário das Cidades, Wilson Santos, a empresa escolhida é séria, tem experiência de mercado e está capitalizada. “Por determinação do governador Pedro Taques estamos trabalhando para finalizar as obras da Copa, porém dentro da legalidade e primando pela qualidade dos serviços”, destacou ele. 
 
Com isto, a Concremax irá finalizar os serviços deixados pela construtora anterior e realizar obras complementares de acessibilidade e sinalização, que vão melhorar a trafegabilidade de pedestres e veículos pela via. O prazo de execução fixado para os trabalhos é de 270 dias (nove meses) e 450 dias para vigência do contrato, ou seja, pouco mais de um ano. O custo estimado ficou em R$ 4,99 milhões.
 
Conforme informações da Secretaria Adjunta de Obras da Baixada Cuiabana, o quesito acessibilidade, um dos objetos da obra de conclusão da Santa Rosa, abrange vários tipos de serviços que visam facilitar a travessia no local. Para essa obra estão previstos, por exemplo, a instalação de faixa de pedestre, rampa para cadeirante, piso tátil e plataforma elevada. Também serão instaladas as sinalizações vertical e horizontal.
 
Licitações
 
O primeiro processo licitatório referente à trincheira Santa Rosa foi aberto pela Comissão Permanente de Licitações da Secid em abril de 2017. Porém, não houve interessados e a disputa foi considerada “deserta”.
 
Em junho de 2017, uma nova licitação acabou lançada.  Uma empresa participou do processo, chegou a ser habilitada, no entanto foi desclassificada durante avaliação de planilhas por parte da equipe técnica da Secid, sendo o processo considerado fracassado.

A última concorrência ocorreu em agosto de 2017. Também não houve interessados e novamente a licitação foi “deserta”. “Justamente por isso, nos termos do parecer jurídico proferido no processo adminstrativo e com base em fundamentos jurídicos contidos no artigo 24, inciso V da Lei de Licitações (nº 8.666/93) a empresa Concremax pode ser escolhida”, explicou o presidente da Comissão Permanente de Licitações (CPL) da Secid, Validos Augusto Miranda.
 
Projeto
 
A obra da Trincheira do Santa Rosa, na avenida Miguel Sutil, em Cuiabá, teve início em março de 2012 e deveria ter sido entregue em março de 2014, dois meses antes do início da Copa do Mundo. Contrato inicial ficou a cargo da construtora a Ster Engenharia, que esteve à frente do empreendimento de março de 2012 a fevereiro de 2013 e executou apenas R$ 4,84 milhões em obra.
 
Após esse intervalo, as obras foram retomadas em abril de 2013. A empresa Camargo Campos assumiu o contrato e permaneceu como responsável até agosto 2016, quando entrou em falência e foi retirada da obra.
 
Até agora, 89,9% dos serviços previstos em contrato foram concluídos. O valor da obra, com aditivos, é de R$ 23,53 milhões. A trincheira em questão tem 520 metros de extensão, entre a rotatória do Centro de Eventos do Pantanal até a proximidade da Procuradoria Fiscal do Município. Pelo local trafegam entre 13 e 15 mil veículos em horário de pico.

7 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • orisvaldo
    13 Set 2017 às 09:38

    EXISTE UMA ARVORE NO CANTEIRO DA OBRA BEM AO LADO DA PISTA SENTIDO CENTRO/TREVO QUE DEVIDO SUA ALTURA JA DA PARA COLOCAR ENFEITES DE NATAL EM AGRADECIMENTO AO PTAQUES WILSON E MANOEL P ISSO E UMA VERGONHA

  • orisvaldo
    13 Set 2017 às 09:33

    A EMPRESA CONCREMAX TEM COMO ATIVIDADE PRINCIPAL FABRICAÇÃO CONCRETO USINADO. SEUS PROPRIETARIOS JA TIVERAM PROBLEMAS COM GOVERNO E PAGTOS ILICITOS A GOVERNANTES. SERA QUE AGORA É SERIO ????? TOMARA SR WILSON SANTOS

  • Peter Griffin
    13 Set 2017 às 09:22

    todo esse tempo pra terminar???? poderia ser mais rápido né? Como foi prometido pelo Senhor Wilson Santos no programa Resumo do Dia.

  • Velho Juca
    13 Set 2017 às 09:18

    Entre 1959 e 1962, no tempo em que uma máquina de esteiras e motoniveladoras tinham apenas 20% da capacidade das de hoje, o caminhão basculante era a gasolina e comportava no máximo 05 M3 de material, não existia nem caminhão betoneira, muito menos computadores e programas avançados, não existia telefonia na região e muito menos internet, whats sapp, rádio e televisão, etc, o governo construiu a bela e imponente ponte sobre o rio Paraguai em Cáceres e abriu a Rodovia BR 174 desta cidade até Vila Bela da SS. Trindade, cerca de 378 Km. Hoje com toda tecnologia e maquinários modernos utilizados, não são capazes de concluir um inexpressivo viaduto/trincheira em 08 anos. Esta a a prova da incompetência, do analfabetismo funcional, da falta de ética, cujos aspectos levam à corrupção que sujou o nosso estado!

  • lucas s pereira
    12 Set 2017 às 17:20

    Senhor Wilson Santos e Concremax será que dessa vez tanto a trincheira quanto a salgadeira vão sair do papel? ou será que o dinheiro da população será jogado no lixo ou "acidentalmente" ir parar no bolso de Vossas Excelencias?

  • Mario Junior - VG
    12 Set 2017 às 16:37

    Olha, terminando a obra já vai estar de bom tamanho..........

  • Mario Junior - VG
    12 Set 2017 às 16:37

    Olha, terminando a obra já vai estar de bom tamanho..........

Sitevip Internet