Olhar Direto

Sábado, 16 de dezembro de 2017

Notícias / Cidades

Cuiabana que estava desaparecida na Síria retorna para Mato Grosso

Da Redação - Vinicius Mendes

06 Dez 2017 - 15:35

Foto: Reprodução

Cuiabana que estava desaparecida na Síria retorna para Mato Grosso
A cuiabana Juliana Cruz, que viajou para a Síria no último dia 14 de novembro e desde então não havia entrado mais em contato com ninguém no Brasil, já está retornando para o país natal. Juliana havia sido levada para a embaixada brasileira nesta terça-feira (5) e passava bem.

Leia mais:
Universitária é resgatada na Síria e levada para a Embaixada Brasileira

A viagem de Juliana foi providenciada hoje (6) e neste momento já deve ter saído da Síria. A distância entre o Brasil e a Síria é de 10986 km e em média uma viagem de avião dura mais de 12 horas, isto sem contar escalas. Juliana só deve chegar ao Brasil nesta quinta-feira (7).

O caso

Juliana Cruz teria viajado para a Síria em novembro deste ano, para se encontrar com um homem conhecido como Sheraz Re. Porém, depois disto não foi mais localizada. A família registrou um boletim de ocorrências não último dia 29, já que a mulher não retornou de viagem.
 
O que se sabe, é que a jovem tirou férias do seu trabalho na AMM e teria decidido viajar até a Síria. Em seu perfil no Facebook, Juliana postou, no dia 14 de novembro, que estava seguindo viagem até Istambul, na Turquia, de onde provavelmente seguiria para a Síria. Desde então não manteve mais contato com ninguém no Brasil. A partir daí a Polícia Federal e o Itamaraty começaram a atuar no caso.

Nesta terça-feira (5) o Ministério das Relações Exteriores (Itamaraty) havia confirmado que a cuiabana já estava em segurança na Embaixada brasileira em Damasco (capital síria). As autoridades sírias colaboraram a todo momento com o encaminhamento de Juliana para as autoridades brasileiras. Ela estava assustada mas durante o tempo em que esteve no país não sofreu maus tratos.

13 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Paulo Catalão Dias Fortes
    07 Dez 2017 às 10:01

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Aretana Arruda Campos
    07 Dez 2017 às 09:21

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Eurico C Lemos
    07 Dez 2017 às 08:47

    Acredito que ela estava desfrutando das ferias e a familia ficou apavorada, mas fez bem em acionar a policia federal, caso de meninas que vai para este País nem sempre tem o final feliz.

  • Mana
    07 Dez 2017 às 08:45

    Alencar, o porque teria que demitir ela???

  • Tom
    07 Dez 2017 às 08:37

    Quem pagou a conta? Com certeza é só no Brasil que isso acontece. Só falta agora as mulheradas. rosolverem seguir o exemplo desta moça. o povo que paga a conta mesmo!

  • josé
    07 Dez 2017 às 08:13

    Viajar para a Síria para encontrar um desconhecido que empunha um AK-47? Internação já.

  • Anderson
    07 Dez 2017 às 08:12

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • joao
    06 Dez 2017 às 23:14

    Eu não acredito que aconteceu isto e que ela foi pra Síria encontrar quem conheceu pela internet. em pleno século 21. Ela está precisando de muitos conselhos.

  • Usuária Vip
    06 Dez 2017 às 22:09

    Ágora quero ver as fotos do Facebook dela, será que ser fazendo biquinho ou com o sinal de dedo no gatilho. Kkkkkkkkkkkkkk

  • Cidadão de bem
    06 Dez 2017 às 22:08

    Não concordo com você, se ela está de férias ela tem todo o direito de gozar onde quiser, mais meu bem tinha quer ser na Síria com um terrorista? Vai gostar de viver perigosamente lá na China. Kkk

Sitevip Internet