Olhar Direto

Quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Notícias / Política MT

Wilson "atropela" oposição e instaura guerra de requerimentos sobre CPI da Grampolândia; entenda

Da Redação - Wesley Santiago/Da Reportagem Local - Érika Oliveira

07 Ago 2018 - 11:10

Foto: Rogério Florentino Pereira/ OD

Wilson
Uma confusão marcou a sessão matutina desta terça-feira (07), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). O deputado Wilson Santos (PSDB) apresentou um requerimento para a abertura da CPI dos Grampos, contrariando um acordo verbal que havia sido feito entre os parlamentares. Isso deixou a colega Janaína Riva (MDB) furiosa com a situação. A parlamentar acusou o tucano de apresentar o pedido sem ter as assinaturas necessárias e, logo em seguida, apresentou o seu documento, que na ocasião tinha apoio de onze deputados.

Leia mais:
Base promete assinar CPI dos Grampos caso investigação fique para depois das eleições
Max Russi afirma que ‘CPI dos Grampos’ pode esperar e momento é de discutir propostas
Janaína Riva apresenta requerimento para abertura de ‘CPI dos Grampos’ com nove assinaturas

Na semana passada, o deputado Zeca Viana (PDT) sugeriu que a CPI dos Grampos fosse instalda somente após as eleições, para nao dar viés político para os trabalhos. O deputado Wilson Santos e outros parlamentares da base governista afirmaram que se assim fosse feito, eles também iriam assinar o requerimento. Porém, a deputada Janaina Riva, autora do pedido de abertura da Comissão, não concordou com o acordo e afirmou que apresentaria o documento antes do pleito.
 
A reviravolta aconteceu na sessão matutina desta terça-feira (7), quando Wilson Santos se antecipou e apresentou um requerimento próprio para criação de CPI sobre o assunto. Indignada com a manobra do tucano, Janaína Riva ocupou a tribuna e também apresentou seu requerimento, com onze assinaturas.
 
“O deputado Wilson Santos é desrespeitoso, apresentou um requerimento dizendo na tribuna que tinha oito assinaturas, quando fui verificar, não tinha nenhuma. Esta foi uma manobra para tentar dizer que estava apresentando a CPI antecipadamente. Só que ela, sem um terço da assinatura dos parlamentares, não tem validade alguma”, afirmou a parlamentar.
 
Começou então uma discussão sobre a possibilidade de abrir uma nova CPI, visto que já existem três em andamento na Casa de Leis, limite máximo estabelecido pelo Regimento Interno. Wilson Santos voltou à tribuna e afirmou que mesmo que uma das CPIs abertas seja encerrada, o requerimento apresentado por ele na manhã de hoje deve ser apreciado primeiro, seguindo o critério de cronologia.
 
Janaína acusou o vice-líder do governo de fazer “malandragem”. De acordo com ela, Wilson, quando apresentou o requerimento, ainda não possuía assinaturas. Ele teria as coletado minutos depois, segundo ela. Wilson Santos negou a acusação afirmando que a cópia do documento é que não estava assinada, mas o “original”, sim. 
 
A CPI proposta por Wilson Santos chegou a somar 10 assinaturas, mas Valdir Barranco, Sebastião Rezende, Pedro Satélite e Adalton de Freitas retiraram seus nomes. 
 
Janaína Riva garantiu que se o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM), não aceitar o requerimento, entrará com um mandado de segurança para que o seja.
 
O presidente da Casa de Leis, Eduardo Botelho, afirmou que o momento é muito confuso. Por conta disto, terá que ser feita uma análise mais tranquila para que se tome uma decisão: “Tinha deputados que tinham assinado os dois requerimentos. Não posso tomar partido. Não confirmo a afirmação da Janaína Riva [de que o documento de Wilson Santos estava sem assinaturas]. O assessor responsável que pode responder".
 
Acordo passado
 
Líder e vice-líder do Governo na Assembleia Legislativa, os deputados Leonardo Albuquerque (SD) e Wilson Santos (PSDB), respectivamente, prometerem convocar a base para assinar o requerimento de abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos grampos, caso os trabalhos da Comissão só se iniciem após as eleições. A sugestão havia partido do deputado Zeca Viana (PDT), durante sessão plenária na semana passada.
 
“Acho esse tema importante, que a Casa possa se debruçar sobre ele a partir do dia 1º de novembro. Conte com a nossa assinatura, conte com o nosso apoio. Nosso Governo não tem absolutamente nada a esconder. A base governista, sob a liderança do deputado Leonardo Albuquerque, está pronta para assinar o requerimento. Nós da base endossamos e assinamos embaixo a sugestão salomônica do deputado Zeca Viana”, declarou Wilson Santos na ocasião. “Conte conosco mesmo, até para fazer valer a verdade”, acrescentou Albuquerque.
 
Na ocasião, Janaina Riva afirmava já ter as oito assinaturas necessárias para abrir a Comissão, mas ela não estava na sessão no dia do acordo. Desde que se tornou pública a possibilidade de os trabalhos serem instalados, deputados da base vinham questionando se o intuito real da emedebista não seria utilizar o Plenário como palanque eleitoral.

9 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Rogerio
    08 Ago 2018 às 07:35

    Zeca que comentário mais sem nexo, vc que deve se enquadrar na situação que descreveu. O deputado Wilson Rodoanel usou uma manobra sórdida apresentando um documento sem nenhuma assinatura, flagrante falsidade documental demonstrando seu caráter.

  • Victor
    08 Ago 2018 às 07:33

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Rosino(chirrão)
    07 Ago 2018 às 20:56

    Temos que trocar tiodos esses politicos PROFISSIONAIS que não contribuem com nada pro estado.. só pensam em seus umbigos...só atrasa o estado..Esse Wilsom e todos os antigões além do pessoal do PALETÓ, quero distância..RENOVAÇÃO JÁ!! FORA!!

  • Albino Pfeifer Neto
    07 Ago 2018 às 17:09

    Como pode o poder mudar uma pessoa. Ja fui eleitor de Wilson Santos e estava torcendo por ele para chegar a governador! Não soube esperar o fim do mandato de prefeito e saiu candidato. Perdeu! E hoje como Deputado se tornou muito mediocre. Nunca mais saira desta condição. Que pena seria um otimo governador.

  • Indignado .
    07 Ago 2018 às 15:00

    Essas manobras do Wilson já são conhecidas e não sei do que ele teme já que esbraveja que o governo é honesto e não tem corrupção,agora é o Zeca porque não quer essa cpi? ??

  • FABIO SCHNEIDER
    07 Ago 2018 às 14:06

    Wilson Santos dando uma de Wilson Santos

  • Eleitor
    07 Ago 2018 às 13:23

    Deputada fique tranquila Pedro Taques e seus cumplices estarão livre do foro a partir de janeiro 2019, e , com a capivara deles é questão de dias para irem conhecer o xilindró......

  • Digam não à corrupção
    07 Ago 2018 às 12:52

    Por aí já sabemos da bandidagem que representam o povo. Um bando salafrários que não tem vergonha nem dos seus filhos. Se fossem pobres coitados dos funcionários públicos comuns, seriam exonerados. Cambada de safados!

  • Zeca
    07 Ago 2018 às 12:23

    Nosso Deus, a tal Janaína, Zeca Viana e Valdir Barranco, não sabem nem atuar como deputados, heim? Se são parlamentares, deviam se comportar em seus atos conforme a leis e normas determinadas para a função! Como são tão desprovidos do saber.

Sitevip Internet