Olhar Direto

Domingo, 22 de setembro de 2019

Notícias / Ciência & Saúde

Estudo identifica fator de risco genético para infarto na juventude

G1

06 Jan 2009 - 04:27

Infartos do coração em pacientes mais jovens geralmente são graves e de efeito devastador. Os médicos já haviam identificado que existia um aumento do risco em famílias onde aconteceram casos de morte súbita por doença coronariana. Segundo um artigo publicado na revista "PLoS Genetics" por cientistas da Universidade Duke (EUA), uma variação genética é a causa do aumento do risco. 

Uma determinada região do cromossomo 7 já havia sido previamente identificada como possível localização da variação genética. Para determinar qual variação de genes estava associada ao problema, mil famílias com casos de doença coronariana ou infartos do coração tiveram seu genoma estudado.Para selecionar esses participantes praticamente todos os pacientes que foram submetidos a um cateterismo cardíaco na universidade desde 2001 foram avaliados.

Os cientistas identificaram uma variação genética que foi batizada de gene do neuropeptídeo Y (gene NPY). A presença da variação do gene NPY no cromossomo herdado da mãe ou do pai aumenta o risco da doença coronariana.
A relação entre aumento do risco e variação genética é maior em pessoas com idade menor do que 37 anos de idade.

Essa pesquisa aponta para a possibilidade de que possamos diagnosticar de forma precoce os indivíduos que têm risco de sofrer problemas cardíacos tão cedo.
Sitevip Internet