Olhar Direto

Segunda-feira, 26 de agosto de 2019

Notícias / Turismo

Conheça o paraíso baiano emoldurado pela Mata Atlântica

Terra

05 Jan 2009 - 11:14

Esquecida até o final dos anos 90, Itacaré foi redescoberta depois que as precárias estradas de terra foram asfaltadas. Antes disso, somente alguns surfistas se aventuravam para alcançar as praias que garantem ondas de até três metros. Não admira tamanho esforço quando se pode vislumbrar rios, cachoeiras e praias desertas envoltas pela Mata Atlântica. Aliás, um cenário bastante diferente do nordestino formado, em sua maioria, por falésias e dunas.

Localizada a 60 km ao norte de Ilhéus, Itacaré ocupa uma área de 730km² com cerca de 20 mil habitantes. O município fica no trecho do litoral da Bahia chamado de Costa do Cacau. Por muito tempo, a região foi conhecida apenas pela produção e exportação da fruta, ficando a exuberância da paisagem em segundo plano.

Somente após a vassoura de bruxa, uma praga da lavoura de cacau, é que Itacaré recorreu as suas belezas naturais e se converteu em point a quem pratica esportes de aventura. Contudo, o ecoturismo não é o único atrativo.

Nada melhor do que poder tomar banho de mar e divertir-se em uma cachoeira em um único dia. Em Itacaré isso é possível. As praias de acesso mais fácil ficam próximas à cidade, como Conchas e Ribeirinha, com barracas bem estruturadas; já Resende e Tiririca preservam aquele clima "natureba".

E quem estiver disposto a encarar uma boa caminhada, o leque de opções é ainda maior. Trilhas conduzem às lindas Jeribucaçu, Engenhoca, Prainha e Havaizinho, reduto dos amantes do surfe.

Itacaré ainda reserva bons programas para curtir à beira de água doce. Apesar dos apenas quatro metros de queda da cachoeira de Tijuípe, os seus quinze metros de largura garantem locais adequados para mergulhos refrescantes. Os praticantes de canoagem no rio de Contas encontram um merecido descanso nestas águas.

Noite agitada
A vida noturna em Itacaré começa por volta das 21h, mas não tem hora para acabar. Tanto que se a disposição garantir badalar madrugada adentro, o aconselhável é jantar cerca das 19h na rua Lodônio Almeida - onde estão os estabelecimentos mais requintados - ou mesmo nos restaurantes mais simples da rua Pituba (mas nem por isso sem comida de boa qualidade).

O encontro dos "festeiros" acontece na ruas do centro e da Pituba. De lá, cada um escolhe seu destino, podendo ser uma festa embalada ao velho e bom forró, ou ainda pelo reggae. Há até mesmo as baladas com música eletrônica, que se prolongam até o dia clarear nas praias desertas.

A vila
A vila de Itacaré é composta, principalmente, por sete bairros: Porto de Trás, Marimbondo, Passagem, Centro, São Miguel, Pituba e Concha. Nela, é possível esbarrar com rodas de capoeira ao final de tarde, quase no anoitecer.

As lojinhas espalhadas pelas ruas centrais encantam os visitantes com o artesanato produzido pelos nativos. Bolsas e camisetas pintadas à mão, jóias em prata, pinturas em cerâmica, aquarelas e trabalhos em papel machê são os artigos mais encontrados.

Como chegar
O aeroporto mais perto de Itacaré fica a 60 km dali, em Ilhéus, e tem vôos diários.

Mas se a intenção for chegar até lá via terrestre, a rodovia BA-001 liga diretamente Ilhéus a Itacaré percorrendo o litoral baiano. Há ainda ônibus em Ilhéus que seguem diariamente para o município; a viagem leva, no máximo, 1h40.

Sitevip Internet