Olhar Direto

Notícias / Turismo

Viagem de férias requer atenção para não acabar mal

Auto Esporte

29 Dez 2013 - 18:49

Sair de férias é um dos momentos mais esperados ao longo do ano. As pessoas embarcam num clima de descontração e relaxamento, mas esquecem de uma etapa importante antes da chegada ao destino final: a estrada. Muitas vezes passamos por momentos difíceis por falta de experiência; saiba o que é preciso para curtir a viagem sem sofrer.

Cuidado com as tranqueiras ambulantes

Não dá para pegar a estrada sem fazer uma avaliação honesta sobre as condições do seu carro: não se iluda achando que a viagem é curta. Frequentemente nos deparamos com carros que não deveriam estar na estrada, rodando em baixa velocidade e visivelmente mal conservados, que são grandes causadores de acidentes. Atravessando estradas que ligam pequenas cidades, são facilmente identificados pela falta de faróis e lanternas e pelos pneus carecas. Em virtude do péssimo estado de conservação, estes veículos não conseguem imprimir a velocidade necessária, gerando constantes ultrapassagens – muitas vezes imprudentes, em razão da falta de paciência de alguns motoristas.

Quando encontrar um desses na estrada, diminua a velocidade e fique atento. Tenha paciência e espere o momento e o local sinalizados para ultrapassá-lo. E cuidado: ele pode parar no meio da pista e entrar à esquerda; afinal, ele mora na região há muitos anos e se sente à vontade para não seguir as leis de trânsito.

Fuja dos caminhões

Se você nunca dirigiu um caminhão, acredite: eles não param com facilidade, pois não respondem aos comandos como um carro de passeio. Apesar de o princípio de funcionamento ser o mesmo, a reação é bem diferente. Além da dificuldade em parar, eles também têm dificuldade em ganhar velocidade. As regras básicas para não se envolver em acidentes com caminhões e ônibus são:

-Não entre à sua frente e freie;

-Se for ultrapassá-lo em uma subida, dê a ele o direito de entrar à sua frente; evite o confronto, por mais que você se sinta injustiçado com a “fechada”. É melhor perder dois minutos de sua viagem do que passar dois meses no hospital;

-Evite fazer curvas fechadas ao lado deles, principalmente se estiverem transportando carga viva;

A grande maioria dos motoristas de caminhões e ônibus é profissional, e por isso provavelmente conhecem a estrada melhor do que você. Fique atento às suas lanternas traseiras: os mais conscientes indicarão o momento certo de ultrapassá-los.

Pneu careca só serve para reciclar

Uma das sensações mais desconfortáveis ao volante acontece quando seu carro começa a "surfar" em uma película de água, fenômeno conhecido como aquaplanagem. Esta situação ocorre geralmente com pneus carecas ou com desgaste acentuado. Alivie o pé do freio e acelere levemente para retomar a aderência com o solo.

Outra sensação de impotência ocorre quando estoura um pneu traseiro. Dependendo da velocidade, fica muito difícil controlar o carro, e quem tiver freios com ABS nas quatro rodas contornará melhor a situação. Ir para estrada com os pneus carecas ou com bolha na lateral é colocar a vida de muitas pessoas em risco.

Palheta do limpador e um pano

Parece simples e óbvio, mas muita gente passa apuro na estrada pela falta destes itens, principalmente nos carros que não possuem ar-condicionado, fundamentais para desembaçar o para-brisas. Aproveite e verifique as luzes do carro, você precisa ver e ser visto: quem vem atrás precisa saber para qual lado você pretende ir, e alguns motoristas só descobrem que o carro da frente brecou quando a distância é insuficiente para evitar a colisão. Além das chuvas, o forte calor do verão exige uma garrafa de água dentro do carro. Afinal, congestionamentos acontecem e se hidratar é importante.

O piloto que existe dentro de você

Faça uma busca na Internet por “car crash” e tente adivinhar como os acidentes exibidos nos vídeos ocorrerão - será difícil identificar a razão. Siga algumas dicas para se prevenir:

-Se você estiver em alta velocidade, não terá chance alguma caso alguém entre à sua frente despercebidamente: a 120 km/h seu carro percorrerá 100 metros em três segundos;

- 98% dos acidentes ocorrem porque alguém virou para a esquerda sem o devido cuidado, ou desrespeitando a sinalização. Cuidado com os outros motoristas!

- Caso você identifique algum veículo que esteja à sua frente querendo cruzar a estrada, parta do princípio que ele não está te vendo. Diminua a velocidade e sinalize. As distrações acontecem e você tem de estar preparado;

- Um pequeno esbarrão na estrada pode levar um veículo a capotar várias vezes;

- Muita gente morre nos acostamentos. Parece mentira, mas é a pura verdade: estacione seu carro o mais longe possível da pista de rodagem. Uma simples troca de pneus na estrada deve ser sinalizada com duzentos metros de distância, no mínimo;

- A quantidade de motoristas irresponsáveis e desatentos é muito maior do que você imagina;

- Pista molhada não combina com velocidade. Inesperadamente seu carro poderá escorregar para o sentido contrário. Muita gente (que sobreviveu) não consegue entender como tudo aconteceu;

- Assistindo a estes vídeos conseguimos entender porque morrem 40.000 brasileiros, por ano, vítimas de acidentes de trânsito – o volume equivale a um estádio do Pacaembu lotado.
Boa Viagem!
Sitevip Internet