Olhar Direto

Notícias / Turismo

Companhias aéreas não chegam a 30% das vendas esperadas para a Copa

Da Assessoria

13 Jun 2014 - 08:28

Foto: Reprodução/Ilustração

Companhias aéreas não chegam a 30% das vendas esperadas para a Copa
A Copa do Mundo FIFA 2014 se inicia nesta quinta-feira e alguns objetivos traçados pelas empresas envolvidas no processo do torneio ainda não foram alcançados. As companhias aéreas, por exemplo, não alcançaram nem 30% das vendas de passagens aéreas que esperavam comercializar no período.

A baixa procura por bilhetes tem feito com que as empresas baixem o preço para atrair passageiros de última hora. Perto dos jogos começarem, 8,5 milhões de passagens aereas ainda estão disponíveis para o período. O desafio agora é vender 6 milhões de viagens e atingir a taxa média de junho e julho do ano passado. Sem os rentáveis passageiros de viagens corporativas, entretanto, esse objetivo será mais difícil.

Monitorando a comercialização diária de passagens, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) constatou que a maior demanda de voos com destino as cidades-sede é para o dia 22 de junho para Congonhas (São Paulo), com 59,02% dos assentos já ocupados. O dia antecede o jogo entre Holanda e Chile, na Arena Corinthians, em Itaquera.

O último balanço, que data do dia 15 de maio, mostra que 26,5% das passagens haviam sido compradas até o momento, ou seja, 3 milhões das 11,5 milhões ofertadas. A esperança está nos dados coletados um mês antes. Até abril, apenas 10% das passagens haviam sido compradas. Ou seja, o número mais que dobrou no espaço de um mês. No ano passado, a taxa média entre junho e julho foi de aproximadamente 77%.
Sitevip Internet