Olhar Direto

Sábado, 31 de outubro de 2020

Notícias / Esportes

‘Salve meu país!’: a divertida dança do atleta natural de Kiribati tem um motivo muito nobre

Hypeness

18 Ago 2016 - 15:04

O levantador de pesos David Katoatau tornou-se instantaneamente uma das personagens mais queridas das Olimpíadas do Rio – e não foi por seu desempenho como halterofilista, mas sim como dançarino.

Para além do resultado, todo o público se encantou com a simpatia e o carisma de David, que encerrou todas as suas participações com uma dancinha. A cena pode ser cômica, mas a causa, no entanto, é séria e nobre.

David é natural do Kiribati, uma pequena e paradisíaca ilha no meio do Oceano Pacífico, entre o Havaí e a Austrália, com 100 mil habitantes. Por conta do aquecimento global e a elevação do nível do mar que, ano a ano, torna-se mais aguda, o país de David enfrenta o inacreditável destino de simplesmente desaparecer.

David em seu belo país em extinção

Estudos já comprovaram que a ilha provavelmente deixará de existir em poucas décadas. A família de David recentemente perdeu sua casa por conta de um ciclone.

Os holofotes, portanto, servem para que David possa pedir socorro ao seu país. “Participar de uma Olimpíada é algo muito grande para o meu país. Acredito que as pessoas estejam muito orgulhosas de mim. Nós estamos sendo muito afetados pelas mudanças climáticas no mundo. Eu gostaria de dizer ao mundo: ‘Salve meu país!’”, ele pediu.

Tendo terminado 15º colocado, David chegou ao Rio sabendo que as chances de medalha eram nulas. Ainda assim, ele se despediu da competição ovacionado pelo publico. “Fiquei muito feliz com o carinho que recebi dos torcedores brasileiros. São muito animados, como as pessoas do meu país. Fiz o meu melhor”.

Muito mais importante para ele, contudo, é conseguir chamar a atenção do mundo aos problemas de Kiribati. “Faço tudo pelo meu povo. É por eles que estou aqui” – concluiu.

Salvar Kiribati, portanto, deixou de ser simplesmente uma obrigação ambiental e humana, mas também um compromisso de simpatia e alegria.

 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet