Olhar Direto

Sexta-feira, 06 de dezembro de 2019

Notícias / Cidades

Abandonado e ao custo de R$ 32 mi, COT do Pari ‘se transforma’ em cenário de filme de terror; vídeo

Da Redação - Wesley Santiago

18 Jun 2018 - 14:22

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Abandonado e ao custo de R$ 32 mi, COT do Pari ‘se transforma’ em cenário de filme de terror;  vídeo
Nada menos que R$ 31,7 milhões. Este é o valor no qual o Centro Oficial de Treinamento Rubens dos Santos, conhecido como COT do Pari, foi orçado. Projetado para atender as seleções durante a Copa do Mundo de 2014, o local está abandonado e mais parece um cenário de filme de terror. Com a estrutura cheia de mato e bastante precária, a expectativa é que os serviços sejam retomadas só no ano que vem.

Leia mais:
COT do Pari terá nova empresa para tocar obras e Operário utilizará espaço para treino e jogos
 
No fim do ano passado, o então secretário de Cidades (Secid), Wilson Santos (PSDB), explicou em entrevista ao Olhar Direto que a Engeglobal aceitou sub-rogar os trabalhos para outra construtora: “Tínhamos dinheiro só para um dos COTs este ano [2017] e fizemos a opção pelo da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). A novidade é que o Consórcio Engeglobal vai sub-rogar a obra para outra empresa. Achamos isto uma conquista importante”.


 
A tendência é que o governo faça um comodato à Prefeitura de Várzea Grande para que o CEOV Operário possa utilizar o espaço para treinamentos e depois jogos oficiais. O COT do Pari tem capacidade para receber três mil pessoas. No projeto inicial, a estrutura seria para dez mil.
 
A obra do Centro Oficial de Treinamento Rubens dos Santos está orçada em R$ 31,7 milhões e mais de R$ 21 milhões já foram repassados ao Consórcio Barra do Pari, que tem como líder a empresa Engeglobal. Cerca de 70% estão concluídos. Deste montante, o Executivo não reconhece o pagamento de R$ 12 milhões feito à empresa Engeglobal.

Projeto inicial previa estádio para dez mil lugares.
 
Logo após ter assumido a Secretaria das Cidades, em novembro de 2016, Wilson Santos solicitou ao consórcio responsável pela obra que contratasse seguranças para resguardar o complexo e barrar ações de depredação e vandalismo.
 
O único Centro Oficial de Treinamento (COT) utilizado durante a Copa do Mundo foi o da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), que há pouco tempo recebeu a tão esperada pista de atletismo, que tem dimensões internacionais. O local também deveria ser utilizado pelos times mato-grossenses. Porém, o presidente da Federação Mato-grossense de Futebol (FMF), Aron Dresch, afirmou que no local não é possível realizar jogos oficiais que tenham torcida.

22 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Bruno Luiz
    02 Mai 2019 às 09:40

    Várzea Grande é a única cidade do mundo que tem clube, torcida e não tem estádio! Tomará que o governo do estado, prefeitura e a iniciativa privada formalize uma parceria público privada, para construção, gestão ou concessão, o governo poderia usar a expertise da MT Par para tal iniciativa.

  • Fernando Leite
    05 Mar 2019 às 21:33

    vergonha

  • ZE NINGUEM
    19 Jun 2018 às 11:47

    COM A PALAVRA OS QUE ELOGIAVAM E COMEMORAVAM NO CHOPPAO................................... BRASILEIRO É OTARIO. TA AI TORCENDO TUDO DE NOVO PRA ESSA SELECAO DA CBF CORRUPTA E TORCENDO PRA CERTOS POLITICOS AINDA SEREM REELEITOS. TEM QUE SE DANAR O POVO. EU NAO TO NEM AI. NAO DEPENDO DE POLITICO, DAQUI UNS ANOS TO INDO EMBORA DESSA TERRA MALDITA CHAMADA BRASIL. A TERRA É LINDA, MAS O POVO, OS ELEITORES E OS POLITICOS SÃO, AH, DEIXA PRA LA.

  • Francisco Canindé Moreira Perez
    19 Jun 2018 às 08:19

    Quando o objetivo é assaltar os cofres públicos, armar esquemas milionários para direcionar concorrências e "ganhar contratos", iniciar obras e não terminar nunca, pre$$ionar governos por infindáveis aditivos para contratos de obras que nunca serão conclusas . . .isso é a ENGEGLOBAL.

  • tinhoooooooooo
    19 Jun 2018 às 08:01

    Vergonha isso concede o resto de estrutura para o Operario VG para eles juntos com empresarios amantes do futebol possa levantar o pouco que resta ae e essa obra nao ser em vao aloo empresarios de VG junta - se ao Operario e levante essa obra um estadio proprio para o Operario VG para mandar seus jogos na sua cidade como seria bom

  • ANTENOR VILASBOAS
    19 Jun 2018 às 07:40

    É o padrão Engeglobal, a empreiteira queridinha do governo, que consegue aditivar até o que não é passível de aditivo, e que mantem o mesmo oadrão desde sua fundação: não entregar obras conclusas, o pouco que executa é de péssima qualidade e, graças aos Wilsons Santos da vida consegue aditivos milionários para aquilo que nem pagou a placa da obra. Parabéns famiglia Garcia, vocês deixam um legado cagado para Cuiabá e Mato Grosso.

  • Normelio Signorelli
    19 Jun 2018 às 06:26

    Grande Engeglobal , da família Garcia: nunca executou e entregou uma obra terminada, e o pouco que faz é mal feito e todos sabem disso, inclusive o ex-secretário da Secid Wilson Pacenas Santos que concedeu aditivos e mais aditivos a todos os contratos da picareta Engeglobal, que é sócia de Mauro Mendes, que apoiou Taques. . . é sempre assim : os gambás se cheiram e nós pagamos a conta. Essa família Garcia e suas empresas estão em tudo que é mutreta que existe, desde a Sudam de onde drenar rios de dinheiro público que deveria ser aplicado em empreendimentos sérios, mas nase mãos desses meliantes Garcia nada é sério, desde que o povo pague a conta.

  • Ricardo Spreafico
    18 Jun 2018 às 20:58

    Essa obra inacabada é da empresa do Sr deputado Fábio Garcia.. Dono da Engeglobal. Isso a matéria não conta né

  • socó baleado
    18 Jun 2018 às 17:57

    nessa eleição vamos trocar seis por meia duzia. pq são tudo farinha do mesmo saco.

  • CALEB MIGUEL DA PAIXAO
    18 Jun 2018 às 16:49

    70% concluído, tem algo errado aí?

Sitevip Internet