Olhar Direto

Quarta-feira, 17 de julho de 2019

Notícias / Cidades

Ao custo de R$ 4,8 milhões, Arena Pantanal acumula lixo e serve de moradia para andarilhos; veja fotos e vídeos

Da Redação - Thaís Fávaro

11 Nov 2018 - 17:16

Foto: Rogério Florentino/ Olhar Direto

Ao custo de R$ 4,8 milhões, Arena Pantanal acumula lixo e serve de moradia para andarilhos;  veja fotos e vídeos
A Arena Pantanal -  construída para sediar quatro jogos da Copa do Mundo no Brasil em 2014 - custa todos os meses a bagatela de R$ 400 mil para sua manutenção e, na prática, quem visita o local percebe  muita sujeira e abandono. Os R$ 4,8 milhões para o custeio ao longo de ano não evitaram que parte do local se transformasse em criadouros de mosquitos. No total, a construção do complexo custou aos cofres públicos R$ 628 milhões.

A área também serve como espaço de moradia para população em situação de rua. Boa parte da área externa também apresenta problemas com a limpeza e jardinagem, colocando em risco, quem usa o local para lazer ou fazer caminhadas mediante o risco de assaltos.

Leia mais
Após problemas em prédio, Procon Estadual muda sede para a Arena Pantanal
 
O Olhar Direto esteve no local na última semana e constatou a real situação de abandono em que se encontra o perímetro. Vidros  de proteção e algumas das barras de ferro das escadarias estão quebradas, isso sem contar que em uma pequena caminhada é possível se deparar com uma enorme quantidade de lixo e água parada. Também não é dificil perceber que a manutenção é precária. 



O espaço, que desde 2017 abriga a primeira a Escola Estadual Governador José Fragelli também é uma ameaça à saúde dos alunos e dos profissinais que ali atuam. No total, são doze salas de aulas distribuídas para estudantes do  ensino fundamental e primeiro ano do médio.

A Secretaria Adjunta de Esporte e Lazer de Mato Grosso (Sael-MT), responsável pela manutenção da Arena, afirmou que já tem conhecimento dos problemas e que será providenciado o reparo nas ações periódicas de manutenção, orienta ainda a  população quanto a preservação do local e reafirma que os andarilhos no entorno do estádio são de responsabilidade da prefeitura.

No vídeo gravado pelo repórter fotográfico do Olhar Direto Rogério Florentino, é possivel ver que a estrutura de madeira está comprometida pela acumulo de água na parte inferior, tornando grande o risco de acidente para quem precisa passar pelo local.




População em Situação de Rua

O entorno do estádio ainda serve de moradia para diversos desabrigados que se alojam com colchões e cobertas entre os estacionamentos e escadarias do local, tornando-o inseguro tanto para quem frequenta para a pratica de esportes como até mesmo para quem precisa passar pelo local.



Uma moradora da região, que não quis se identificar, disse que a sensação de insegurança é muito grande e a impede de passar pelo local, pois o risco de assalto é diário, “Eu moro muito perto da Arena mas tenho muito medo de passar por lá, principalmente sozinha, mesmo com dois batalhões de polícia lá não resolve nada pois sabemos que os assaltos são constantes, não dá para passar por lá nem acompanhada”, afirma.



A equipe de reportagem entrou em contato com a assessoria da Secretaria Adjunta de Esporte e Lazer de Mato Grosso (Sael-MT) que reiterou por meio de nota que está em dia com os compromissos assumidos com a manutenção do local, mas afirma que alguns cuidados podem e devem ser tomados pelas pessoas que frequentam o local como o descarte indevido de lixo.

Confira a nota na integra: 
 
A Secretaria Adjunta de Esporte e Lazer de Mato Grosso (Sael-MT) informa que é responsável pela manutenção do Complexo Esportivo Arena Pantanal, que engloba o Arena Governador José Fragelli, o Ginásio Poliesportivo Professor Aecim Tocantins, a piscina olímpica, as quadras de areia, o Palácio das Artes Marciais Iusso Sinohara e a área externa da Arena Pantanal. 
 
1) A Arena Governador José Fragelli tem custo médio mensal de 400 mil reais. Valor referente a gastos com energia elétrica e manutenção. 

2) O custo médio mensal atual da Arena Pantanal é cerca de 30% menor em comparação com anos anteriores. Essa redução foi fruto de ações de fiscalização e combate ao desperdício de energia elétrica. 

3) O Complexo Esportivo Arena Pantanal recebe limpeza periódica e possui cerca de 60 lixeiras em toda sua extensão. Porém, devido ao grande fluxo de transeuntes, não permanece limpo por muito tempo. E, por causa disso, a secretaria clama à consciência da população para que descarte o lixo nas lixeiras. 

4) Com relação as poças d'agua, a secretaria esclarece que são formadas quando há longos períodos de chuva, como foi o caso dos últimos dias.  

5) Com relação a vidraça quebrada, a secretaria informa que está ciente e incluirá a reposição em alguma das ações periódicas de manutenção.

A equipe de reportagem entrou em contato com a Prefeitura Municipal que informou já  ter um projeto para as pessoas em condições de vulnerabilidade social e em breve fornecerá detalhes das ações a serem empregadas.
 
 

19 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Conservador Consciente
    12 Nov 2018 às 15:58

    Eeee "avança logo" e outros, na época que Cuiabá foi sede para a copa a maioria dos que criticam foram lá praça do chopao pra comemorar, sem contar que quando tinha jogado da copa aposto que estva lá no estádio fazendo selfie. Lembro que na época eu era contra e sempre recebia críticas por ser contra. Agora tá aí o resultado "jenios"

  • Chitara de la Kosta
    12 Nov 2018 às 10:33

    E ainda tiveram a coragem de demolir o histórico VERDÃO, pagando 80 milhões por isso!

  • rodrigo
    12 Nov 2018 às 10:28

    Continuo mandando parabéns aos que defendiam Copa do Mundo em Cuiabá. A população sensata não deveria ter deixado que esse evento de 4 jogos fosse aqui. Campo Grande teve muita sorte!

  • Walter
    12 Nov 2018 às 10:25

    Só essa copa do mundo já deveria servir para prender todos os responsáveis. Vamos pagar essa conta por anos a fio...

  • Jonas Boulos - Sindicato dos moradores de rua de Cuiabá
    12 Nov 2018 às 10:14

    Nós moradores de rua temos por lei, direito de ocuparmos qualquer espaço que não está sendo utilizado já estou protocolando um documento junto ao ministério publico e governo do estado que a partir de dezembro a arena será nossa moradia oficial, inclusive iremos ter acesso interno ao gramado, e lá iremos plantar e criar gado. A população não poderá impedir, além disso iremos mudar o nome do estádio para Estádio Marisa Letícia. Vamos todos juntos pessoal ninguem solta a mão de ninguem!!! Jonas, presente !

  • Nascimento
    12 Nov 2018 às 10:08

    Quanto dinheiro público jogado fora. Que tristeza...fomos e somos trouxas...caímos no canto da sereia.

  • wagner
    12 Nov 2018 às 09:40

    A POPULAÇÃO TEM QUE CUIDAR TAMBÉM, SÓ TEM TUDO ISSO DE LIXO POR QUE EXISTEM PESSOAS "PORCAS" E MAL EDUCADAS.

  • ROGIER
    12 Nov 2018 às 09:21

    NA ENTRADA DA CIDADE UM IMENSA PRACA: BEM VINDOS A CIDADE MANGA

  • AVANÇA LOGO MT
    12 Nov 2018 às 08:55

    ESSE É O RESULTADO DE 14 ANOS DO PT NO GOVERNO E O PMDB TAMBÉM DINHEIRO JOGADO NO LIXO E CUSTOS P/ MANUTENÇÃO E AINDA TEM GENTE QUE DEFENDE POR ISSO ESTAMOS NUMA CRISE SEM FIM, NINGUÉM VENDE NINGUÉM RECEBE NADA

  • AVANÇA LOGO MT
    12 Nov 2018 às 08:55

    ESSE É O RESULTADO DE 14 ANOS DO PT NO GOVERNO E O PMDB TAMBÉM DINHEIRO JOGADO NO LIXO E CUSTOS P/ MANUTENÇÃO E AINDA TEM GENTE QUE DEFENDE POR ISSO ESTAMOS NUMA CRISE SEM FIM, NINGUÉM VENDE NINGUÉM RECEBE NADA