Olhar Direto

Notícias / Política MT

Emanuel Pinheiro critica “desumanidade” e processa gestão da Santa Casa

Da Reportagem Local - Érika Oliveira/ Da Redação - Lucas Bólico

15 Mar 2019 - 10:53

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Emanuel Pinheiro critica “desumanidade” e processa gestão da Santa Casa
O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), anunciou que irá processar a gestão da Santa Casa de Misericórdia, que paralisou as atividades sob alegação de que o Executivo municipal não repassou recursos à unidade. A ação será movida pela Procuradoria da Prefeitura de Cuiabá.

Leia também:
Ministro da Saúde garante que “não deixará Santa Casa na mão” e anuncia campanha
 
Pinheiro explicou em entrevista coletiva que a Santa Casa é contratualizada como demais instituições e por isso não pode rescindir ou suspender os serviços sem prévia notificação de no mínimo 90 dias de antecedência.
 
“Irresponsabilidade, maldade, desumanidade o que fizerem sem no mínimo ter notificado os pais, as famílias e os pacientes com 90 dias antes”, criticou o prefeito. “Não existia nenhuma possibilidade que esse ato de desumanidade, de violência contra a vida humana pudesse ter sido perpetrado pela Santa Casa de Cuiabá”, disparou.
 
Pinheiro também anunciou aditivo financeiro para o HGU e Hospital de Câncer conseguirem absorver os pacientes da Santa Casa. Além disso, 10 UTIs no São Benedito foram separadas para dar suporte, caso necessário.
 
"Estou sendo injustamente cobrado como se Cuiabá fosse a única responsável pela Santa Casa", criticou o prefeito. De acordo com ele, 70% dos pacientes na unidade são do interior de Mato Grosso.

"Garanto todo o atendimento, a continuidade do tratamento e todo atendimento a essas crianças e esse adultos que estão em tratamento na Santa Casa de Misericórdia com esse procedimento que chamamos de ação humanitária em prol dos pacientes que estavam em tratamento na Santa Casa de Misericórdia. Nenhum vai ficar de fora e nenhum vai ficar sem atendimento a altura do atendimento que estavam tendo". 

A paralisação
 
A Santa Casa de Misericórdia anunciou na segunda-feira (11) que paralisou os serviços hospitalares e alegou o não cumprimento do repasse de R$ 3,6 milhões da Prefeitura de Cuiabá. A liberação do recurso, de acordo com a unidade, havia sido acordada no dia 1º de março, mas não aconteceu. Pacientes oncológicos estão sendo remanejados para outras unidades, já os pacientes renais e que passam por hemodiálise estão sendo atendidos normalmente.
 
A Prefeitura de Cuiabá alegou que a Santa Casa é alvo de investigação da Delegacia Fazendária e do Ministério Público Estadual (MPE) e a Controladoria Geral do estado (CGE) teria pedido de cautela em repasses antecipados ou empréstimos à unidade de saúde.
 
Um pedido de intervenção na Santa Casa foi encaminhado, na manhã desta terça-feira (12), pela Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Cuiabá, ao prefeito Emanuel Pinheiro (MDB). Ao todo, a unidade filantrópica tem uma dívida de R$ 80 milhões.
 
O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) citou a questão humanitária e abriu a possibilidade de fazer um repasse para a Santa Casa. O emedebista esclareceu que tem compromisso com a população e sabe que muitos dependem da instituição filantrópica. Por conta do fato, após analisar os documentos, o prefeito afirmou que tomará a decisão baseado na legalidade da questão, sempre priorizando a humanização do atendimento à saúde dos cuiabanos, deixando aberta a possibilidade de fazer o repasse de R$ 3,6 milhões.
 
O Ministério da Saúde confirmou na terça-feira que a Santa Casa não poderia receber o repasse de R$ 12 milhões de emenda de bancada do Estado. Isso porque já haviam sido cadastradas 15 propostas beneficiando a unidade filantrópica. Além disto, foi explicado que não poderia haver remanejamento de destinação da emenda, após a definição da portaria de habilitação.
 
Com a impossibilidade da unidade filantrópica, foi cadastrado o Hospital e Pronto-Socorro Municipal para Mato Grosso não perder o recurso.
 
Mais informações em instantes.

14 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • EDE
    15 Mar 2019 às 19:02

    Então nós prestadores de serviços e os funcionários continuaremos sendo punidos sem receber os salários de quase 6 meses de atraso? É justo isso?

  • rondinely lemes de moraes
    15 Mar 2019 às 16:55

    Que Deus continue te dando muita sabedoria Prefeito e te protegendo sempre.

  • Dudu
    15 Mar 2019 às 16:18

    Camisa nova , bolso novo !!!!

  • Zeca
    15 Mar 2019 às 13:55

    Inaugurada em 1817 há mais de 200 anos, a Santa Casa de Cuiabá nunca deixou de atender os pacientes. Hoje se encontra falida, deficitária, praticamente inativa. Tudo por causa de políticos e diretores incompetentes que não são capazes de torná-la eficaz, capaz, como fora outrora.

  • Luiz
    15 Mar 2019 às 13:02

    Essa novela não tem vem desde de BLAIRO até a data de hoje, só trambiqueiro a frente das gestões da saúde, enquanto ficar com esse discurso de enrolexo, os cidadãos vão padecer nas filas a espera de uma tomada de decisão, por partes desses senhores governantes das três esferas municipal, estadual e federal. Enquanto não houver bum pacto pela Saúde largar de fingir que existe uma saúde para atender os seus cidadãos que precisa de serviços, e o único que não espera pela tomadas, de decisões, enquanto estão aí discutido tem gente sofrendo ou vindo a óbito por causa burocracia, vocês devem, compras o serviços dessas instituições e a verdade não querem pagar, todos sabem que a saúde e cara, tem sorte que acham esses filantrópico para prestar serviços quase de graça por essa tabela do SUS que se encontra defasado, ver se os hospitais de ponta querem prestar seus serviços a rede dó SUS. O prefeito criou a maior espetáculo, sobre uma tal ideia genial de possível intervenção mudou de ideia agora vai processar, por não aguenta mas os calote do governo estadual e municipal. É só piada

  • Ana Maria
    15 Mar 2019 às 12:38

    Parabéns meu prefeito. Adoro o senhor.

  • Crítico
    15 Mar 2019 às 12:35

    Tem que ser processado e preso o Mané do Paletó

  • LUIZ
    15 Mar 2019 às 12:21

    Tirou o paletó da corrupção e agora virou paladino da justiça. como se de camisa ele virasse honesto.

  • Lucas Maciel
    15 Mar 2019 às 12:13

    Os verdadeiros culpados estão na Santa Casa! Mesmo que não viesse essa emenda da prefeitura, a Santa casa teria dinheiro suficiente para não deixar entrar neste colapso! Cadê os milhões que foram doados para Santa casa ? Acorda povo cuiabano!

  • Fernando
    15 Mar 2019 às 12:09

    Passou da hora de uma operação policial contra esse Dr Preza e seus asseclas. E também de uma devassa na Santa Casa. Denúncias de corrupção, favorecimentos, etc é o que não faltam.

Sitevip Internet