Olhar Direto

Terça-feira, 21 de maio de 2019

Notícias / Educação

Por reformas e RGA, professores debatem hoje se aprovam indicativo de greve

Da Redação - Patrícia Neves

25 Mar 2019 - 10:55

Foto: Assessoria Sintep-MT

Por reformas e RGA, professores debatem hoje se aprovam indicativo de greve
Os profissionais da educação do Estado de Mato Grosso deliberam na tarde de hoje, 25, se aprovam indicativo de greve. A assembleia será realizada a partir das 14h, na Escola Estadual Nilo Póvoas, em Cuiabá.  Hoje o Estado possui 785 unidades escolares.  

Outro ponto de reclamação é quanto as condições das escolas. A estimativa é de que pelo menos 400 necessitem de reformas, mas por conta do Decreto de Calamidade (editado em janeiro deste ano) as obras estão suspensas por conta da demanda orçamentária do Estado.

Leia Mais:
Sem professores, Sintep orienta escolas a paralisarem atividades; Seduc defende remanejamento

Segundo a assessoria do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT), outra pauta que a categoria exigirá do governo  trata-se do compromisso e cumprimento integral da Lei 510/2013. Para maio são aguardados o pagamento do percentual de 7,69% da variável da Dobra do Poder de Compra, mais a inflação de 3,43%, do período, além dos restos a pagar da RGA, conforme assegurado em leis aprovadas na Assembleia Legislativa (2017).  Como resultado, o piso salarial defendido pela categoria para  2019 será de R$ 3.400,23.

“É inconcebível que um estado que possui o 4º maior PIB (Produto Interno Bruto) e cresce 10 vezes mais que a média nacional não tenha condições favoráveis para investimentos estratégicos para avançar na qualidade da educação, fundamental para o desenvolvimento da sociedade”, destaca o secretário de redes municipais, Henrique Lopes.

Com informações do Sintep.
Sitevip Internet