Olhar Direto

Sexta-feira, 24 de maio de 2019

Notícias / Política MT

Prefeito cita regras, prega respeito mútuo com vereadores e cita que problema com insumos foi sanado

Da Redação - Wesley Santiago

04 Abr 2019 - 10:31

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Prefeito cita regras, prega respeito mútuo com vereadores e cita que problema com insumos foi sanado
O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) se pronunciou, nesta quinta-feira (04), sobre a confusão ocorrida na noite de quarta-feira (03), com os vereadores Felipe Wellaton (PV), Diego Guimarães (PP), Marcelo Bussiki (PSB) e Abílio Brunini (PSC), que foram barrados durante uma fiscalização ao Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá (PSMC). Emanuel citou que existem regras para visitação, pregou respeito mútuo e citou que os problemas com falta de insumos foi sanado na mesma noite.

Leia mais:
Vereadores alegam truculência e registram boletim de ocorrência contra secretário
 
Para explicar porque os vereadores foram barrados, Emanuel citou que “o Pronto-Socorro é um hospital e como tal tem uma série de regras, como por exemplo, horário de visitação, questão de controle de infecções, além de respeito à privacidade dos pacientes, que estão internados por estarem doentes”.
 
Além disto, acrescentou que, apesar dos vereadores serem autoridades eleitas pela população, eles também são cidadãos como todos os outros e sendo assim precisam respeitar as regras do hospital.
 
Depois, Emanuel ainda disse que, tão logo a Secretaria Municipal de Saúde recebeu a comunicação do PSM sobre a falta de insumos começou a tomar as providências para atender a solicitação da unidade, o que foi solucionado ainda na noite de quarta-feira.
 
“A falta de insumos ocorreu devido à grande quantidade de pacientes que o Pronto Socorro recebeu com o fechamento da Santa Casa (que os atendia com leitos de retaguarda), pois atrapalhou o planejamento do hospital, que também absorve toda a demanda do interior, que representa 60% de todos os pacientes que estão no Pronto-Socorro”, disse o prefeito.
 
Por fim, Emanuel ainda reiterou a “harmonia e o respeito mútuo entre os poderes são mandamentos constitucionais. Não somos mais nem menos que os outros Poderes. Com eles e ao lado deles, harmoniosamente, devemos servir e trabalhar para a população. Não se pode deixar a politicagem ser maior que o trabalho para nossa gente”.

Confusão

Uma comissão formada por cinco vereadores da oposição foi impedida de fiscalizar as dependências do Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá (PSMC), na noite da última quarta-feira (03), pelo secretario de Ordem Pública, coronel Leovaldo Salles. Um vídeo relatando a situação foi publicado no Facebook do vereador Abílio Brunini (PSC). Além dele, tentavam fiscalizar a unidade os parlamentares Felipe Wellaton (PV), Diego Guimarães (PP), Marcelo Bussiki (PSB) e Dilemário Alencar (PROS).

Os parlamentares estavam na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), quando foram surpreendidos pelo secretário de Ordem Pública, que ordenou que os parlamentares deixassem o local. “Vocês estão atrapalhando. Isso não é papel de vereador, isso é papel de moleque”, diz Salles, acompanhado de policiais militares. 

 

No vídeo, o vereador Wellaton afirma que irá registrar um boletim de ocorrência contra o titular da pasta, por ele ter, segundo ele, agido de forma truculenta para retirá-lo de dentro da unidade de saúde. “Esta é a parte truculenta que faz o secretário, não vai encostar a mão na gente”.
 
Abílio afirma que teve autorização do coordenador da unidade para verificar denúncias que chegaram para eles. “O secretário ordenou que nos retirasse”. Logo depois, a discussão acalorada entre Wellaton e o titular da pasta prossegue. “Capacho do Emanuel Pinheiro. O senhor encostou a mão em mim”, dispara o vereador, que é rebatido pelo coronel: “Moleque tem que ser tratado assim mesmo. Tem que ser retirado”.
 
“Abílio, você é o pior caráter que eu conheço até hoje”, completou o secretário. Marcelo Bussiki pontua que “ninguém agiu de forma assobada. Fizemos dentro do procedimento. Esperamos por uma hora o coordenador da unidade. É um prefeito que não quer deixar fiscalizar”.

9 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Solange
    04 Abr 2019 às 18:42

    O funcionamento do PS se deve exclusivamente aos médicos e demais funcionários, que apesar da baixa remuneração salvam vidas diariamente em meio ao caos.

  • Ggm
    04 Abr 2019 às 12:49

    O prefeito só preocupa com os eventos festejo, engana povo.

  • Juliano
    04 Abr 2019 às 11:54

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Melchiades Tavares Landin
    04 Abr 2019 às 11:41

    Emanuel Pinheiro, você é que precisa respeitar a nós, cidadãos pagadores de impostos, e a melhor forma de fazer isso é parando de roubar e devolver o que já roubou, inclusive o dinheiro que estava no bolso do paletó.

  • silvio
    04 Abr 2019 às 11:24

    que pena que vocês não usam o PS, seria muito bom em vê-los sofrendo por um atendimento digno! Emanuel Paletó se depender de mim e mais de umas centenas de pessoas que conheço você não ganha eleição nem para presidente de grêmio de futebol de várzea!

  • Cesinha
    04 Abr 2019 às 11:21

    Primeiramente parabens aos vereadores que estão fiscalizando o homem do paletó!!! Agora se a moda pega! Políticos empregar militares aposentados para fazer papel de jagunços o povo vai se lascar!! Espaco público nao é do prefeito

  • Sergio
    04 Abr 2019 às 11:07

    Zé paletó no horário político falava que saúde era prioridade hoje a saúde de Cuiabá é uma vergonha Aja paletó para por dinheiro

  • paulo roberto
    04 Abr 2019 às 10:46

    Emanuel paletó, voçe e seu secretário educado estão errados!!

  • Indignado.
    04 Abr 2019 às 10:45

    Sánado por quanto tempo?Devia ter vergonha na cara de deixar é acabar esses insumos que são de suma importância dentro de PS onde os técnicos e enfermeiros se desdobram para salvar vidas e ainda têm que lidar com essas faltas consoantes de insumosAi Vem dizer que a prefeitura faz uma gestão humanizada?Onde que está a humanização em deixar faltar materiais básicos como luvas por exemplos?

Sitevip Internet