Olhar Direto

Terça-feira, 21 de maio de 2019

Notícias / Política MT

Comemoração do tricentenário tem desfile, bolo de 300 metros e protesto; fotos e vídeos

Da Redação - José Lucas Salvani/Wesley Santiago/Fabiana Mendes/Carlos Dorilêo

08 Abr 2019 - 17:30

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Comemoração do tricentenário tem desfile, bolo de 300 metros e protesto;  fotos e vídeos
O aniversário dos 300 anos de Cuiabá, celebrado nesta segunda-feira (8), foi marcado por uma grande programação cultural na Praça Alencastro. O evento teve início às 16h, com desfile cívico (bandas e fanfarras), apresentação da dupla Nico e Lau, João Eloy, banda Scort Som e show de pirotecnia. 

Além disso, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) cantou o ‘parabéns’ para a capital e depois deu a largada para repartição do tão esperado bolo de 300 metros.

Leia mais:
Há quarenta anos, relojoeiro “pau rodado” acerta o tempo em Cuiabá

No momento da celebração, um pequeno grupo de servidores da educação se manifestava, com alegação de atraso nos salários. Na ocasião, secretário de Educação, Alex Vieira Passos chamou os manifestantes para um diálogo.

O presidente da Câmara de Cuiabá, Misael Galvão, resolveu intermediar uma conversa entre os servidores e o secretário de Educação, Alex Vieira Passos, que resolveu escutar as demandas. Houve uma conversa na própria rua.

O entorno da praça teve que ser fechado para atender a população cuiabana, que compareceu em peso ao evento, para comemorar o tricentenário de Cuiabá. A presença da Polícia Militar foi notada nos principais pontos de movimentação. 

Apesar da movimentação intensa para provar um pedaço do bolo, a distribuição foi organizada e elogiada por grande parte dos cuiabanos. Dividido em 600 blocos de 50 centímetros, o bolo é fruto de parceria entre Prefeitura de Cuiabá e a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso (Fecomércio). 

A massa composta de açúcar, leite condensado, essência de baunilha, chocolate e brigadeiro branco foi elogiada por todos que provaram.

Veja os principais acontecimentos da festa dos 300 anos:

19h - O prefeito Emanuel Pinheiro conversou com a imprensa após a queima de fogos e a entrega do bolo.



18h45 - O governador Mauro Mendes (DEM) não foi visto em nenhuma das comemorações junto ao prefeito. Ele não compareceu à missa realizada durante a manhã e também não foi até a apresentação que ocorreu na tarde-noite desta segunda-feira.

18h40 - O bolo de 300 metros está sendo servido para a população. A canção foi entoada pela banda do Corpo de Bombeiros.







18h35 - Fogos de artifício embalam os parabéns para Cuiabá, comandado pelo prefeito Emanuel Pinheiro, que pegou o microfone.







18h27 - O humorista Tiago Sales, conhecido como 'Gato Louco', também está presente na festa e à espera do bolo de 300 metros feito especialmente para o tricentenário.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Eis aqui o tão esperado bolo do aniversário de Cuiabá #300anos... São 300 metros eai o que vcs acharam???

Uma publicação compartilhada por TIAGO SALES (@gatoloucocuiaba) em



18h20 - Entre os políticos presentes no desfile estão, além de Emanuel Pinheiro: o presidente da Câmara, Misael Galvão; vereadores da base (Luiz Claudio, Juca do Guaraná); o deputado estadual, Paulo Araújo e o federal, Carlos Bezerra.

18h12 - O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) já chegou ao local e acompanha os festejos. A expectativa é para o corte do bolo de 300 metros, que foi feito em comemoração ao tricentenário de Cuiabá.





18h10 - O secretário ainda acrescentou que sentou-se com o sindicato, que entendeu o problema. "Sabe há quantos anos existe esse problema? Há 10 anos porque é um acúmulo no RH e não tem gente, não tem força humana que consiga lançar 4 mil contratos. Todo ano isso acontece. Esse ano eu estava até alegre porque eu consegui encurtar o tempo do problema. Mas estamos falando de 200 a 400 pessoas em um universo de 4 mil que tiveram esse problema. Tem funcionário que era para receber agora e entrou em março, era para receber dia 28, não vai receber, vai receber dia 12. Eu acho que eles estão assustados com o caso do Estado e estão misturando as coisas.



18h05 - O secretário de Educação, Alex Vieira Passos, disse ao Olhar Direto que "nós temos todos os anos o processo seletivo. São feitas chamadas, até esse mês nós estamos chamando gente, convocando os aprovados, eles são contratados, têm o direito claro de receber. O problema é que existe um trâmite para isso. Foram 4 mil contratados. Em torno de 200 a 400 tiveram problema de inconsistência. O que é essa inconsistência? A conta bancária não bateu no lançamento; a escola que é responsável não enviou, pouquíssimas escolas, mas tiveram algumas que acabaram não enviando e isso formou-se uma quantidade que ficou sem receber o salário, que estará pago dia 12.



"Ninguém está discutindo que eles não têm direito, mas a forma de abordagem que aí envolve - eu sou técnico, eu sou profissional naquilo que eu faço, não estou fazendo política. Politicagem do lado de fora. Em momento algum eles foram na secretaria, se não receberiam eles. Hoje é um dia de festejo e eles têm o direito de se manifestar, só não pode ser agressivo, aí eu nem vou ter essa conversa com eles se for na forma agressiva", completou o secretário.

17h49 - O presidente da Câmara de Cuiabá, Misael Galvão, resolveu intermediar uma conversa entre os servidores e o secretário de Educação, Alex Vieira Passos, que resolveu escutar as demandas. Houve uma conversa na própria rua.





17h45 - "Esse pessoal está desde o dia 11 de fevereiro sem receber. A Prefeitura e a Secretaria ficam alardeando por aí que está todo mundo pago, inclusive que está pago adiantado. Ele pagou o pessoal efetivo e mais de 60% dos trabalhadores da rede municipal da educação estão sem receber salário", disse o professor Jairo Pereira de Souza.

Jairo ainda acrescentou que "o pessoal não está sem receber salário só desde o dia 11 de fevereiro, eles não recebem nada desde dezembro do ano passado porque o contrato está rescindido. “Ah, o contrato rescindido é legal”, tudo bem, mas o pessoal ficar sem saber o que é salário desde dezembro e com o contrato vigente desde o dia 11 de fevereiro, sem nenhuma previsão".



"Não há previsão de greve até porque o nosso instrumento legal de representação que é o sindicato, infelizmente, por algum motivo, ele não está conosco. É impossível o trabalhador, de forma autónoma fazer uma greve. A gente está em protesto para as pessoas saberem mesmo o que está acontecendo com a gente", finalizou o professor.

17h42 - Um grupo de servidores está ao lado do palco, onde realiza um protesto por conta do salário que ainda não teria sido pago.





17h30 - A festa já teve início com o desfile e apresentação da banda da Polícia Militar.

 

Vídeos e fotos: Rogério Florentino/Olhar Direto

15 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • ribeiro
    09 Abr 2019 às 13:48

    Sera que agora o prefeito começa a trabalhar? a cidade esta um cáos Sr. Emanuel

  • Miranda
    09 Abr 2019 às 11:06

    Bom, sei que foi coisa de "urgencia", mas foi muito mal planejada as apresentações. Mas foi legal... flor ribeirinha deu show, incrivel, lindo. Por mais que tenha esperado quase 50 minutos de atrasado dela apresentar. Os estourous dos fogo também foram lindos, apesar de barulhento, tinha muito idoso e criança lá e aquele barulho tava pra deixar surdo. Perto de mim tinha umas 3 mães com criança de colo, que tiveram que sair porque começaram a chorar e ficar desesperado. Mas foi bom, mesmp com tudo os lugar com buraco.

  • sara
    09 Abr 2019 às 09:08

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • pereira
    09 Abr 2019 às 08:58

    E A SANTA CASA..... NADA

  • Chico Bento
    09 Abr 2019 às 08:31

    E os que se dizem representantes da educação, mais uma vez faltando com ela. Por aí se vê por que o Mato Grosso é um dos estados com avaliação baixíssima na educação pública.

  • Nonato
    09 Abr 2019 às 08:03

    De onde saiu dinheiro do bolo...daquela Bufunfa que caiu do paletó?

  • Raimundo
    09 Abr 2019 às 06:58

    Descobri onde vai o dinheiro do meu IPTU, metade em festa e a outra no paletó.

  • Michele
    09 Abr 2019 às 06:13

    Parabéns prefeito, a festa tava bonita. Pena que o povo avançou no bolo...

  • José Marques
    09 Abr 2019 às 06:11

    Pobre da cidade onde um clube-empresa de futebol que usa o nome da própria cidade aciona o Ministerio Publico para cancelar os festejos na Arena Pantanal. Uma cidade onde um empresário de recauchutagem de pneu manda em todo mundo é uma cidade falida moralmente e economicamente. Lamentável que o respeitado MP tenha se dado este trabalho. Não se faz 300 anos todo dia. Esta será uma ferida incurável para a população cuiabana, pois o vácuo simbólico é imenso.

  • Michele
    08 Abr 2019 às 22:00

    Ouvi dizer que o bolo saiu por 300 mil... Será que é verdade? Mil reais por metro ... Sendo verdade... Meio salgado

Sitevip Internet