Olhar Direto

Sábado, 21 de setembro de 2019

Notícias / Política MT

Fábio Garcia mantém veto à reeleição de Emanuel e elogia legado de Roberto França

Da Redação - Wesley Santiago/Da Reportagem Local - Érika Oliveira

23 Jul 2019 - 10:00

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Fábio Garcia mantém veto à reeleição de Emanuel e elogia legado de Roberto França
O presidente do Democratas, Fábio Garcia, disse nesta terça-feira (23), durante a reabertura da Santa Casa de Cuiabá, que mantém o veto à reeleição do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) na capital mato-grossense. Além disto, o ex-deputado federal elogiou o nome de Roberto França, que ganhou força nos últimos meses para o pleito do ano que vem. “Se vier, será muito bem vindo”.

Leia mais:
Roberto França dispensa PSB e deve se filiar ao DEM como opção ao Alencastro em 2020
 
“Roberto França é uma grande liderança política. Foi um bom prefeito e deixou um legado para a cidade, precisamos reconhecer. Será muito bem vindo ao Democratas se desejar filiar. A renovação não quer dizer que sejam só pessoas novas, precisamos de ideias novas. Isso que vamos buscar em todo Estado”, disse Fábio Garcia.
 
Porém, o presidente pontuou que ainda as eleições do ano que vem estão muito longe e que “muita água ainda deve passar debaixo desta ponte”. Além disto, criticou a cultura de se sair de uma eleição para entrar em outra, dizendo que é necessário apresentar resultados durante o mandato.
 
Recente pesquisa colocou o ex-prefeito de Cuiabá, Roberto França na primeira colocação, em empate técnico com o atual gestor, Emanuel Pinheiro. França tem 18,55% das intenções de voto e Emanuel 17,35%. Porém,a rejeição do emedebista de 65% o coloca em condição desfavorável em um possível pleito.
 
Fábio Garcia também disse que mantém o veto ao nome do prefeito Emanuel Pinheiro dentro do Democratas para uma possível reeleição. “Sou totalmente contra apoiar a candidatura”. “Temos é de construir um projeto novo para Cuiabá. Só depois é que um nome deve vir. Vou continuar defendendo uma candidatura própria dentro do partido”.
 
Questionado se o seu nome estaria à disposição para o pleito do próximo ano, Fábio Garcia despistou. “Tenho dito que me afastei da política para cuidar da minha família e iniciativa privada. É onde eu estou focado. Vim aqui para prestigiar esse evento [reabertura da Santa Casa], pela importância que tem”.
 
Por fim, o presidente reconheceu que o partido é muito forte a nível estadual e federal, já que conta com presidentes da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Câmara e Senado, além do governador, um senador e três ministros do governo Bolsonaro.

Rumo ao DEM?

Ex-prefeito de Cuiabá por dois mandatos consecutivos, eleito em 1996 e 2000, e com passagens pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso e Câmara Federal, o apresentador de televisão Roberto França deve se filiar ao Democratas e já chega ao partido na condição de virtual candidato a prefeito de Cuiabá para as eleições do ano que vem.

França foi citado por Julio Campos (DEM) como um dos nomes cogitados pelo partido para ser lançado ao Alencastro em 2020. O apresentador, no entanto, ainda sem partido, vinha sendo cortejado por mais legendas.

A chegada de França ao DEM reforça a estratégia do partido do governador Mauro Mendes de disputar a prefeitura da maior cidade de Mato Grosso. “A meta nossa é lançar um candidato próprio em Cuiabá. Nós estamos trabalhando e não é só de hoje que nós estamos fazendo essa batalha. Desde antes nós estamos batalhando para que o DEM tenha candidato próprio em Cuiabá. Nós temos quatro nomes sendo lançados, sendo lembrados”, explicou Julio Campos em entrevista concedida nesta semana.

Rádio, TV e política
 
O radialista e apresentador de TV, Roberto França tem longa carreira política. Foi  eleito vereador por Cuiabá em 1970 e quatro anos depois deputado estadual, onde permaneceu até 1994, quando se sagrou deputado federal. Nesse intervalo, candidatou-se a prefeito de Cuiabá em 1988, mas acabou derrotado por Frederico Campos.
 
França só se tornaria prefeito de Cuiabá em 1996, sendo reeleito em 2000. Ensaiou uma candidatura a governador em 2002, mas foi derrotado internamente pelo PSDB por Antero Paes de Barros, que saiu candidato na eleição que conduziu Blairo Maggi ao Paiaguás.

Há mais de uma década, Roberto França apresenta o programa Resumo do Dia, atualmente exibido na TBO. A atração mescla notícias políticas, culturais e esportivas, com tom radiofônico e tem no forte sotaque cuiabano do apresentador uma de suas principais características.   

16 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Cuiabano
    24 Jul 2019 às 11:06

    Gente, vamos renovar. Chega dessas figurinhas carimbadas. Para pelo amor de Deus com esse Roberto França e com Emanuel (Dinheiro no paletó). Deve aparecer outros nomes. Servidores públicos, apoie alguém que valorize vocês. Olhe o que está acontecendo com Mauro Mendes. APRENDAM A VOTAR.

  • Pachuri
    24 Jul 2019 às 00:13

    Esse cidadão aí tá fora de órbita ou tomou algum chá de erva estragada. Roberto França desgraçou a vida dos servidores públicos do Município de Cuiabá. Se fez alguma coisa com dinheiro que deveria pagar servidores. Foi assim durante seus oito anos de tormenta. Deixou a prefeitura devendo 5 folhas de salários atrasados. Esse cidadão de triste memória de botar a cara cara como candidato a prefeito vai levar o maior cacete!!! Servidores e seu familiares jamais esquecerão as angústias e sofrimentos causado por cidadão.

  • Tereza
    23 Jul 2019 às 21:09

    França nunca mais, pra receber salário tinha que fazer cdc, Cuiabá ficou com dívidas, espero que a população lembre o quão péssimo foi a gestão dele. Lapada lapada não vai enganar a população. Tô fora

  • Roberto A
    23 Jul 2019 às 17:01

    Caro Alexandre...e as mil obras feitas na gestão França? Esqueceu? Mil obras! Isso por baixo! Povo se apega nessa história de salários e esquece das obras e feitos. Como você mesmo diz...criar oprtunidades! França tem experiência de sobra pra isso, mas se você discorda, se candidate, deve ter muito a oferecer ao município. perdeu chance de ficar em silêncio.

  • eduardo
    23 Jul 2019 às 16:05

    R. França nunca mais . passamos fome na epoca dele na pref de cuiaba. meu estomago tem trauma desse nome. tristeee

  • eduardo
    23 Jul 2019 às 16:05

    R. França nunca mais . passamos fome na epoca dele na pref de cuiaba. meu estomago tem trauma desse nome. tristeee

  • Alexandre da Silva
    23 Jul 2019 às 15:10

    A prefeitura sofreu intervenção no governo do França. Saiu com uma dívida enorme com fornecedores e salários atrasados. Povo sem memória... O França saiu de cena por 20 anos por que o povo queria matar ele. Tem que colocar gente nova. Emanuel faz feijão coma arroz sem i ventar moda nem polêmica mas não trouxe nada de novo para a cidade. Precisamos criar mais oportumidades

  • Zeca
    23 Jul 2019 às 14:55

    Será que até a eleição não vai aparecer um candidato que presta, Mané paletó nem pensar, França se quiser receber tem que fazer c d c.

  • paulo
    23 Jul 2019 às 14:41

    esse Fabio Garcia é um mané mesmo, sera que ele era nascido quando o roberto frança foi prefeito de Cuiabá , lembra dos salários atrasado dos servidores e fornecedores, memoria curta em

  • christovao jakson
    23 Jul 2019 às 12:54

    Roberto nunca mais !! 3 meses de salario atrasados !! so Deus sabe o que nos servidores passamos

Sitevip Internet