Olhar Direto

Segunda-feira, 08 de março de 2021

Notícias / Cidades

Prefeitura lança projeto inédito no Estado para tratamento de AVC pelo SUS

Da Redação - Thaís Fávaro/ Da Reportagem Local - Erika Oliveira

27 Ago 2019 - 17:13

Foto: Rogério Florentino/ Olhar Direto

Prefeitura lança projeto inédito no Estado para tratamento de AVC pelo SUS
O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), lançou na tarde desta terça-feira (27) o projeto “S.O.S AVC”, que promete dar celeridade ao processo de diagnóstico e eficiência ao tratamento de pacientes acometidos por acidente vascular cerebral (AVC). O programa é inédito no Estado e irá funcionar integralmente via Sistema Único de Saúde (SUS). Os atendimentos serão realizados no Hospital São Benedito, que irá operar tanto por regulação como na modalidade "portas abertas", levando pacientes através do Samu, de qualquer lugar, até a unidade hospitalar, sem necessidade de cadastro prévio.

Leia também
Após primeira-dama ‘vender’ vestidos em troca de tickets, McDia Feliz dobra arrecadação
 
Com a habilitação do projeto, Cuiabá também se tornará referência no atendimento de cirurgias por hemodinâmica e com isso põe fim a outro grande anseio da população mato-grossense. Os equipamentos serão os mesmos utilizados na rede hospitalar dos Estados Unidos. Para o prefeito Emanuel Pinheiro o programa irá transformar a vida das pessoas que precisam de atendimento com urgência para evitar sequelas da doença. “Só quem sofre o AVC sabe a tragédia que pode abalar a sua família se não houver aquele tempo de atendimento ou vai a óbito, ou vai ficar sequelado pelo resto da vida”, diz Emanuel.
 
O secretário de saúde de Cuiabá, Luiz Antônio Possas de Carvalho, afirma que não serão limitados os atendimentos para esses casos, que serão atendidos quantos casos forem necessários, pois essa é uma das prioridades dentro da gestão Emanuel Pinheiro. “O prefeito quer que atenda com prioridade esses casos de AVC então como o hospital é voltado para esse tipo de alta periculosidade. A determinação do prefeito pela humanização é receber todo mundo. Cuiabá não é como outras cidades que recusam pacientes. Existe uma demanda reprimida, agora nós vamos dar prioridade”, afirma.

Emanuel ainda garante que irá fazer pessoalmente a abertura de um programa de qualificação para os recepcionistas das unidades básicas de saúde da capital para que o atendimento seja mais humanizado. “É a partir daí que se humaniza, não é só o médico e a enfermeira que tem que atender, é você aí da recepção também. Você é o primeiro porto seguro emocionalmente, então tem que sorrir atender com carinho e dar todas as condições. Nós já avançamos muito e temos que avançar muito ainda para humanizar. Preciso melhorar ainda essas condições de trabalho. Nós vamos chegar lá, mas enquanto não chegar lá, se pudesse eu baixava um decreto que todo mundo tem que amar todo mundo, tem que receber de braços abertos, sorrisos nos lábios com todo amor e carinho a população do SUS”, afirma.
 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet