Olhar Direto

Terça-feira, 22 de outubro de 2019

Notícias / Cidades

Após 15 dias, Bombeiros controlam incêndio na região do Lago do Manso; fogo destruiu mais de 50 mil hectares

Da Redação - Thaís Fávaro

21 Set 2019 - 16:00

Foto: Corpo de Bombeiros

Após 15 dias, Bombeiros controlam incêndio na região do Lago do Manso; fogo destruiu mais de 50 mil hectares
O Corpo de Bombeiros controlou um incêndio na região do Lago do Manso na última sexta-feira (20). A região registra focos de incêndio desde o dia 5 de setembro, originários da Área de Proteção Ambiental de Chapada dos Guimarães. A área queimada é de aproximadamente 51.100 hectares entre Chapada e Manso.

Leia mais
Com apenas 5% chances, Chapada dos Guimarães registra chuva; veja vídeos
 
No decorrer deste mês houve momentos em que incêndios nesta região atingiram proporções de grande magnitude. Em Chapada dos Guimarães estão sendo realizados pequenos combates locais e monitoramento. Ainda não foram estimados os danos materiais, ambientais e humanos destas ocorrências. 
 
No Parque Estadual da Serra Ricardo Franco não há focos de calor registrados, porém existem focos em torno do parque, na região de fazendas. O parque Estadual das Cabeceiras do Rio Cuiabá também não registra fogo neste momento. No parque do Araguaia existem vários focos de incêndio em andamento com equipes em combate (Corpo de Bombeiros Militar e Brigadas da Aliança da Terra).
 
Mato Grosso decretou estado de emergência em 10 de setembro, devido as altas temperaturas e baixa umidade do ar, previstas para continuar até o começo de outubro.

As seguintes Unidades de Conservação estão no momento com registro de focos de calor:

- Refúgio de Vida Silvestre Quelônios do Araguaia
- Área de Proteção Ambiental dos Meandros do Rio Araguaia
- Parque Estadual Serra de Santa Bárbara
- Reserva Extrativista Guariba Roosevelt
- Parque Nacional do Juruena
 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.