Olhar Direto

Domingo, 20 de outubro de 2019

Notícias / Política MT

“Talvez tomasse as mesmas providências”, diz Ulysses sobre agressão em velório de criança baleada no RJ

Da Redação - Érika Oliveira

28 Set 2019 - 14:17

Foto: Reprodução

Gabriel Monteiro (à dir.) durante visita ao gabinete de Ulysses Moraes, na Assembleia Legislativa de MT, acompanhado do vereador de São Paulo, Fernando Holiday

Gabriel Monteiro (à dir.) durante visita ao gabinete de Ulysses Moraes, na Assembleia Legislativa de MT, acompanhado do vereador de São Paulo, Fernando Holiday

O deputado estadual Ulysses Moraes (DC) saiu em defesa do colega Gabriel Monteiro, policial militar e membro do Movimento Brasil Livre (MBL), que esta semana se envolveu em uma confusão durante o velório da menina Ágatha Vitória Sales Felix, no Rio de Janeiro. Monteiro esteve em Mato Grosso no mês passado e visitou o gabinete de Ulysses na Assembleia Legislativa. Questionado sobre o comportamento o amigo, o deputado contou que já passou por situação semelhante e que, no lugar do policial, talvez tivesse adotado “as mesmas providências”.

Leia mais:
Ulysses chama Xuxu de demagogo e deputado rebate: "não nomeei meu pai em cargo público"; vídeo

“O Gabriel esteve aqui outro dia. A gente conversa bastante. O que ele me disse sobre isso é que ele agiu em legitima defesa, foi essa a narrativa dele. E ele foi alvo de muitas fake news, eu também já fui e sei como é que funciona isso, sei que muitos ataques são injustos. Então, eu prefiro acreditar na historia dele, de que ele estava acuado e tinham muitas pessoas o cercando. Eu, inclusive, já fui vitima de agressão enquanto pré-candidato, na época que eu só gravava meus vídeos, me chutaram varias vezes. E provavelmente, se fosse eu naquela situação, se estivesse acuado, talvez tomasse as mesmas providencias. Acredito que foi uma reação”, defendeu o deputado.

Gabriel Monteiro tem 24 anos e, além de policial militar e integrante do MBL, também é youtuber e soma mais de um milhão de seguidores na internet. O vídeo do episodio da agressão, inclusive, foi publicado em seu canal. Segundo ele, o soco no ativista Felipe Gomes ocorreu em "legítima defesa para fugir de um aglomerado de pessoas, contra um elemento que me xingava e agredia". (Veja o vídeo abaixo)

Na versão de Felipe, que é organizador do Marcha das Favelas, a tensão começou quando ele questionou Gabriel sobre seus posicionamentos em relação aos problemas da favela e os números citados pelo policial de apreensão de fuzis no Estado do Rio de Janeiro.

Morte de Agatha

A discussão entre os dois aconteceu durante o enterro de Agatha Félix, de 8 anos, que morreu após ter sido atingida por um tiro nas costas durante operação policial no Complexo do Alemão.

A criança foi atingida quando estava com o avô em uma kombi na favela Fazendinha, no Complexo do Alemão, onde a família mora. Segundo testemunhas, ela estava sentada no veículo quando policiais militares atiraram em uma moto e atingiram o veículo, baleando a criança.

 
 

17 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • alex r
    30 Set 2019 às 08:48

    Claro Ulisses vc é um demagogo!

  • Zé pretim
    29 Set 2019 às 16:41

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Netinho
    29 Set 2019 às 12:15

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • cuiabano2000
    29 Set 2019 às 10:40

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Alberto
    29 Set 2019 às 08:13

    É impressionante o crescimento desses grupos com ideologia fascista. É uma preocupação no mundo todo. A extrema direita mostrou a cara

  • Rodrigo
    28 Set 2019 às 20:44

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Fabio
    28 Set 2019 às 20:31

    Acho ele fraquinho... Foi pra sessão da AL em que seria votado percentuais de ICMS e um deputado, sem querer, deixou o menino HUMILHADO. Acho que não tem preparo algum (pelo menos demonstrou isso naquela ocasião). Senti vergonha por ele. Lembrei da época do chaves, quando não sabia a resposta ficava repetindo a pergunta.

  • Ricardo
    28 Set 2019 às 19:33

    O gabinete do nobre deputado não tem um livro se quer, dá pra ver o nível do cidadão. Isso é que dá elegermos YouTube.

  • Beto UFMT
    28 Set 2019 às 19:14

    O Gabriel Monteiro pegou leve ainda com aquele muleke que queria botar ele numa armadilha, pra incitar a sua galerinha esquedalha que se aproximava. Olhar Direto tá perdendo com cada materiazinha tendenciosa dos estagiários esquerdinhas da sua redação.......

  • Giorgio Aguiar
    28 Set 2019 às 18:56

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet