Olhar Direto

Quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

Notícias / Política MT

Presidente do PSDB diz que partido dará “voto de confiança” a vereador acusado de assédio

Da Redação - Érika Oliveira

09 Nov 2019 - 12:17

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Presidente do PSDB diz que partido dará “voto de confiança” a vereador acusado de assédio
O presidente do PSDB em Cuiabá, vereador Ricardo Saad, afirmou que a sigla não tomará nenhuma providência, por enquanto, com relação ao seu colega de Câmara, o vereador Adevair Cabral, que foi acusado de assédio contra uma ex-servidora da Secretaria Municipal de Saúde, durante um encontro que teve com ela para tratar sobre o seu cargo e via mensagens pelo aplicativo WhatsApp. O caso veio á tona na semana passada, mas até agora nenhuma queixa foi registrada oficialmente no Legislativo.

Leia mais:
- Ex-servidora detalha assédio de Adevair Cabral e cita intimidação
- Vereador de Cuiabá é investigado por crime contra a dignidade sexual e corrupção de menores

“Partidariamente, por enquanto, não iremos fazer nada. Até porque existe uma denúncia, mas não existe prova. Não podemos tomar uma atitude e futuramente não ter nada disso que estão falando. Não sei o que existe entre o Adevair e o Abilio, mas com relação às acusações vamos esperar algo de concreto aparecer”, disse Saad, em entrevista ao Olhar Direto.

A menção a Abílio Junior (PSC) foi feita por Saad porque nesta semana, durante sessão na Câmara, o vereador expôs o caso novamente, dizendo que foi procurado pela ex-servidora da Prefeitura, que alega ser vítima de assédio sexual. Ela teria encaminhando inclusive fotos e conversas que comprovariam a denúncia.

Na mesma sessão, Adevair chorou, negou as acusações, disse que está sendo vítima de perseguição política e que coloca seu sigilo telefônico à disposição das autoridades policiais para investigar o caso.

Suposto assédio

O vereador Adevair Cabral teria 'se masturbado' na frente da ex-servidora da Secretaria Municipal de Saúde durante um encontro que teve com ela para tratar sobre o seu cargo. A informação é da própria vítima que foi ouvida pelo Gazeta Digital na última sexta-feira (1º).

Segundo ela, após as investidas do vereador via aplicativo de Whatsapp, onde chegou a mandar uma foto no dia 23 de maio de 2017, onde aparece apenas de "samba-canção", o parlamentar decidiu convidá-la para uma reunião na Associação dos Servidores da Prefeitura de Cuiabá, conhecida como ‘Clube Aspe’.

Ao chegar no local, teria aguardando por uns 20 minutos, quando foi autorizada a entrar na sala em que estaria o vereador. Ao abrir a porta, a enfermeira se deparou com o parlamentar se masturbando em sua frente.

Corrupção de Menores

Contra Adevair pesou, ainda, uma acusação de crimes contra a dignidade sexual e corrupção de menores. A denúncia anônima foi apresentada pela primeira vez em 31 de agosto de 2017, e nela também são acusados o Clube Aspe, e Jaburitã Francisco Nunes. O caso veio a público na semana passada, mas já foi arquivado pelo Ministério Público.

Procurado por Olhar Direto na última sexta-feira (8), Adevair afirmou que a denúncia é “balela”. “Não sei de onde tirou isso. Por que não foi investigado? Investiga, manda investigar. Por que não foi investigado até hoje? Isso é complô do Grupo Gazeta contra mim. Não sei do que se trata, não fui informado. Tem muito tempo e nunca falaram nada, por quê?”, argumentou. A citação ao grupo de comunicação se deu pelo fato de o jornal A Gazeta ter sido o primeiro a noticiar o caso.

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • CLAUDIO JOSE SONEGO
    09 Nov 2019 às 21:48

    Na casa dos horrores é assim mesmo,um defendendo o outro.É um corporativismo vergonhoso.A população não suporta mais tanta hipocresia e gasto de dinheiro público pago pelos contribuintes brasileiros para sustentar esses perdulários.

  • Jordan Sali
    09 Nov 2019 às 21:46

    Esperar o que dessa câmara de vereadores inútil?

  • ZÉ NINGUÉM
    09 Nov 2019 às 16:55

    E ALGUÉM ACREDITARIA QUE NAO RECEBERIA APOIO DOS AMUGOS? ENTENDAM COMO BEM QUISEREM.

  • Zeca
    09 Nov 2019 às 16:05

    Claro, todos farinha do mesmo saco. E viva casa dos horrores.

  • Indignado
    09 Nov 2019 às 12:34

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet