Olhar Direto

Notícias / Política MT

Fagundes insiste em pré-candidato impedido de disputar Senado por regra eleitoral

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

29 Jan 2020 - 09:17

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Fagundes insiste em pré-candidato impedido de disputar Senado por regra eleitoral
O presidente estadual do PL, senador Wellington Fagundes, ignorou o fato de seu novo correligionário Neurilan Fraga, presidente da Associação Matogrossense dos Municípios (AMM), estar impedido de disputar qualquer eleição nos próximos seis meses, e o lançou como pré-candidato ao Senado, na disputa suplementar que irá acontecer no final do mês de abril.

Leia também
Interesse de Dilmar faz DEM prorrogar por 20 dias decisão de lançar pré-candidato ao Senado


Neurilan, que deixou o PSD do também virtual pré-candidato ao Senado, Carlos Favaro, no dia 6 de dezembro do ano passado, migrou para o PL no final do mesmo mês. A mudança o impede de entrar na briga, segundo resolução publicada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT).

Mesmo assim, o presidente da AMM foi muito elogiado e teve seu nome lançado como pré-candidato por Fagundes, à vaga que em breve será deixada pela senadora cassada Selma Arruda.

“O PL já tem um pré-candidato. Todos os partidos estão conversando, buscando seus nomes e nós já temos um pré-candidato que é o Neurilan Fraga, que é presidente da AMM e uma pessoa que eu julgo ter um preparo muito grande. Está fazendo um bom trabalho na AMM. Lá em Brasília ele tem trânsito com todos os ministros, então é uma pessoa preparada. Aqui ele conhece todas as bases e também lá em Brasília, ele tem um excelente relacionamento”, disse o senador em entrevista à Rádio Vila Real nesta terça-feira (28).

A eleição suplementar para o Senado, devido a cassação da senadora Selma Arruda (PODE) por caixa 2 e abuso de poder econômico, foi agendada para o próximo dia 26 de abril.

O parlamentar também disse que o partido está tendo dificuldades para encontrar um candidato para Prefeitura de Cuiabá e que ainda não definiu se estará, pelo menos no primeiro turno, ao lado do prefeito Emanuel.

“O PL participou da eleição do Emanuel, eu ajudei e queremos que ele faça um excelente Governo. Como aqui é a única cidade que tem eleição em dois turnos, o ideal seria todos os partidos ter seu candidato e que no segundo turno existir uma convergência. Todos os partidos hoje tem dificuldade de encontrar candidatos, não é fácil, pois a crise política hoje é grande”, afirmou.

Após a publicação desta matéria, o PL se manifestou por meio de nota. Confira abaixo:

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Reginaldo
    29 Jan 2020 às 15:04

    Senador WF : pare de falar bobagem, em ficar insistindo com uma candidatura que não irá existir, essa do NEURILAM, ele está inelegivel para as eleições de 26 de abril,por não ter praxo legal de Filiação partida. Cuida do seu projeto de reeleição para 2022, aliando-se um dos grupo fortes que estão delineando nessa eleição suplementar ,como o do Julio Campos, ou do Piveta, e até com o candidato da Esquerda, salve logo a sua pele,que está sendo assada em 2022.

  • José
    29 Jan 2020 às 14:43

    Salve-se quem puder.

Sitevip Internet