Olhar Direto

Notícias / Cidades

Primeira vítima de Covid-19 em Mato Grosso é enterrada; supermercado é fechado por três dias

Da Redação – Fabiana Mendes

04 Abr 2020 - 09:05

Foto: Reprodução

Primeira vítima de Covid-19 em Mato Grosso é enterrada; supermercado é fechado por três dias
A primeira vítima de coronavírus em Mato Grosso, Luiz Nunes, de 54 anos, foi enterrado
nesta sexta-feira (3), em Lucas do Rio Verde (a 332 quilômetros de Cuiabá).O supermercado Pasqualotto, onde o homem trabalhava como gerente, está fechado desde a morte e informou, por meio das redes sociais, que só retoma as atividades na segunda-feira (6).

Leia mais:
Simples, amável e profissional dedicado: amigos lamentam primeira morte por coronavírus em MT

“Seu Luiz, como todos os chamavam, era um líder forte, determinado, mas ao mesmo tempo pessoa simples, amável... um amigo conselheiro e querido que nos deixa saudade”, disse a direção do supermercado. 

Guia do Ministério da Saúde explica que os corpos das vítimas do vírus podem ser cremados ou enterrados, mas recomenda que velórios sejam realizados com, no máximo, dez pessoas, em lugares ventilados e com distância de dois metros entre cada um.

O caixão deve permanecer lacrado o tempo todo e pessoas do grupo de risco e com problemas respiratórios não devem participar.

Conforme o Comitê de enfrentamento ao coronavírus de Lucas do Rio Verde, Luiz procurou atendimento na rede privada no dia 26 de março. Como teve uma piora no quadro de saúde, no dia 29 ele procurou a rede pública, sendo encaminhado para o Hospital São Lucas.

Luiz estava internado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O resultado do exame que atestou o Covid-19 saiu na tarde de quinta-feira (2) e menos de 24 horas depois, ele faleceu.

O gerente disse que esteve em viagem ao Sul do Brasil e retornou a Mato Grosso no dia 19 de março. Desde os primeiros sintomas, os familiares teriam sido orientados a manter isolamento social. Luiz era hipertenso e diabético. 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet