Olhar Direto

Terça-feira, 04 de agosto de 2020

Notícias / Política MT

Processado por Mendes, Emanuel rebate: deveriam ajudar com o mesmo fervor dos ataques

Da Redação - Isabela Mercuri

28 Mai 2020 - 12:05

Foto: Da assessoria

Processado por Mendes, Emanuel rebate: deveriam ajudar com o mesmo fervor dos ataques
Emanuel Pinheiro (MDB) rebateu as duras críticas e o processo do governo do Estado ,durante uma transmissão ao vivo realizada na manhã desta quinta-feira (28) em suas redes sociais. O prefeito chegou a afirmar que, ao invés de ajudar, eles “só atrapalham” e que “se destinassem equipamentos e ajuda com o mesmo fervor dos ataques gratuitos, inexplicáveis e injustos, estaríamos ainda melhores”.

Leia também:
Prefeitura autoriza reabertura de shoppings, bares, restaurantes e similares em Cuiabá
 
O prefeito decidiu reabrir os restaurantes, shopping centers e bares na capital a partir da próxima semana. Nesta quinta-feira (28), no entanto, recebeu a notícia de que o Governo de Mato Grosso ingressou com uma ação judicial contra a Prefeitura de Cuiabá para garantir a fiscalização nos hospitais do município que possuam leitos de UTI voltados aos pacientes com coronavírus.

“Judicializaram, alegando que a Prefeitura não permitiu que eles fiscalizassem os leitos exclusivos para Covid-19. Entreguei um plano de mitigação para eles. É muita leviandade! Devem R$ 60 milhões à Saúde de Cuiabá e não pagam. Só Deus, eu e minha equipe sabemos a dificuldade que é”, lamentou o prefeito.
 
Emanuel ainda afirmou que o número baixo de óbitos na capital deve-se ao trabalho do executivo municipal, e que o governo pensa em eleição. “Cuiabá foi a única que fez este plano de prevenção, assistência e tratamento. Quando o cidadão passa mal ou acontece um acidente, ele vai para o hospital do município. É a unidade básica de saúde, policlínica, UPA, São Benedito, entre outros. Sei que o governo quer criar problemas que não existem para criar um cenário eleitoral inexistente para seus candidatos. Não estou pensando nisto, nem sei se serei candidato, quero cuidar da vida das pessoas”.
 
A ação do governo, com pedido de liminar e multa diária de R$ 50 mil por descumprimento, foi protocolizada pela Procuradoria Geral do Estado (PGE), alegando que a Prefeitura impediu, sem qualquer motivo plausível, a equipe de supervisão hospitalar de auditar as unidades, especificamente no Hospital Municipal de Cuiabá, no Hospital São Benedito e no Hospital e Pronto Socorro de Cuiabá.

“Não titubeamos em nenhum momento, não ficamos querendo adular setores ou movimentos. Imagina se não fosse a nossa gestão, com os números que se tem no interior, o que seria. O Governo, se destinasse equipamentos e ajuda com o mesmo fervor dos ataques gratuitos, inexplicáveis e injustos, estaríamos ainda melhores”, finalizou o prefeito.

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • José
    29 Mai 2020 às 10:48

    Esses dois devem enfiar a viola no saco e sumir, a população vai ficar eternamente grata.

  • MANÉ MONOCELHA
    29 Mai 2020 às 10:35

    1) Quantos leitos e UTI o Mané Paletó construiu pro combate ao vírus comunista? 2) Vai sancionar a lei criada pelo vereadores (votada ao apagar das luzes ) que reajusta salários, em desacordo com o determinado pelo PR para socrorrer Estados e Municipios. MT deixará de contar com R$ 168.000.000,00 de ajuda federal por ganancia e irrepnsabilidade dos vereadores e prefeito de Cuiabá. 3) Nem devolvendo o dinheiro do paletó teria credibilidade novamente.

  • Renat
    28 Mai 2020 às 20:01

    É isso aí agora é hora de falar de saúde, Mauro está decepcionado os eleitores com mais esta agora, ja não basta o presidente da República, ainda Cuiabá tem que aturar um governador desta, prefeito autorize o Mauro Mendes a fiscalizar mas tem que ser em pessoa e não arriscar a vida de pessoas se ele desconfia que entre no PS na área do covid pra contar leitos e assim fazer uma visitinha para os funcionário do Estado que estão no Pronto Socorro em quanto deveria estar na Santa Casa

  • Julio
    28 Mai 2020 às 15:49

    MM também esta cavando a própria cova.

  • Zeca
    28 Mai 2020 às 13:45

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet