Olhar Direto

Notícias / Cidades

Trabalhadores de serviços essenciais terão que seguir rodízio de veículos

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo / Wesley Santiago

02 Jul 2020 - 18:32

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Trabalhadores de serviços essenciais terão que seguir rodízio de veículos
Os trabalhadores de serviços essenciais como da Saúde e da Segurança Pública também estão dentro do rodízio de veículos adotado pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) e que passará a valer pelas próximas duas semanas, a partir de segunda-feira (6). A informação foi confirmada pela prefeitura.
 
Leia também
Emanuel implanta rodízio de veículos e antecipa toque de recolher em Cuiabá


O Olhar Direto questionou a prefeitura sobre se as pessoas que trabalham em serviços essenciais poderiam circular com seus veículos, mesmo que não fossem nos dias em que suas placas seriam permitidas. Um dos exemplos citados é o dos profissionais da Saúde, que estão na linha de frente do combate à pandemia.

Em resposta, a prefeitura disse que sobre a questão do profissionais de saúde circularem com veículos, mesmo que estejam em dias não correspondentes, não será permitido.

"Todavia, o prefeito Emanuel Pinheiro ressalta que está sempre aberto e possui a prerrogativa para avaliar as medidas e, sempre que necessário, efetuar alterações", explica a nota.

Um dos temores é que os profissionais da Saúde, que estão na linha de frente do novo coronavírus e trabalham diariamente com pessoas infectadas pela Covid-19 possam, sem saber, transmitir a doença através do transporte público, já que não poderão utilizar seus veículos nos dias em que a placa deles não for permitida.

O prefeito ainda explicou que os serviços de transporte como o de táxis e de motorista de aplicativos não estão dentro dos que estão proibidos pelo novo decreto. Sendo assim, quem necessitar se deslocar em dia que seu veículo não é permitido, poderia utilizar esses meios.
 
“Existem atividades que não estarão impedidas de circular. Um exemplo são os profissionais de concessionária de água e esgoto. Neste aspecto do rodízio, não mexemos com os táxis e aplicativos de transporte. Eles poderão trabalhar para garantir seu ganha pão na nossa cidade”, informou.
 
O chefe do Executivo ainda pediu para que o cidadão faça a sua parte para que o mais rápido possível a cidade possa sair dessas restrições, necessárias para o combate à pandemia, com menos morte possível.
 
“Pedimos que cada um faça sua parte. Não é um decreto de morte para vida inteira. É de combate. Se a população tivesse ainda mais engajada no comportamento diário, essas medidas não seriam necessárias. Tudo isso é para proteger a saúde de nossa população”, concluiu.
 
O novo decreto assinado pelo prefeito determina a antecipação do toque de recolher e também o rodízio de veículos e atendimentos a clientes, na Capital. 
 
Com relação ao rodízio de veículos, ficou estabelecido que veículos com placas final 1, 3, 5, 7 e 9 trafegarão nos dias ímpares. Já os de final 0, 2, 4, 6 e 8 trafegarão nos dias pares. A medida não será aplicada nos domingos e feriados.
 
Ainda conforme o decreto, o não cumprimento do rodízio, sujeitará os infratores as penalidades previstas na Lei nº 9.503 de 23 de setembro de 1997 – Código de Trânsito Brasileiro.

50 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Cuiabano
    03 Jul 2020 às 13:42

    Esse prefeito é contra o povo cuiabano não é possível, limita os carros mas vai lotar os onibus, em que mundo esse prefeito vive gente, só pode estar de brincadeira.

  • ADRIANA ALVES DE MELO CARNEIRO
    03 Jul 2020 às 11:57

    Gostaria de parabenizá-lo pelas medidas, porém, trabalho em um hospital, tenho um salário baixo e minhas contas egastos tem que ser equilibradas para que Eu não passe dificuldades e sou viúva. Infelizmente não creio que mesmo tendo todos os cuidados que sei sobre o virus, me preservando em casa qdo posso, tendo consciência, e ações de acordo, pagando meus impostos, cuidando e respeitando no trânsito, não tenho o meu direito de ir e vir com um meio de transporte para que paguei sem incomodar ninguém, terei que conseguir um valor a mais para ir trabalhar. Peço sua compreensão e reveja a nossa situação da área da SAÚDE. Obrigada.

  • Joana Okamura
    03 Jul 2020 às 07:34

    Parabéns prefeito. Estamos de saco cheio com cuiabanos sem educação.

  • Mariana Morada do Ouro
    03 Jul 2020 às 07:33

    Infelizmente cuiabano é atrasado sem educação. Só aprendem com chicote.

  • Celli
    03 Jul 2020 às 07:27

    Faltou visão aí, como pessoas de serviços essências não vão poder circular de carro. O dia a dia desses trabalhadores tem que ser facilitado, não dificultado. Por descasos assim, muitos estão jogando a toalha.

  • Contribuinte Indignado
    02 Jul 2020 às 23:38

    Para mim nao é so saude que é essencial tem mercado farmacia seguranca tdos sao essenciais mais no seu quadrado ao inves q fazer isso pq nao faz mais fiscalizacoes q é tem muitos bairros ai que tem muitas gentes na frente das casas na rua soltando pipas

  • Joyce Melo
    02 Jul 2020 às 23:37

    Porque ao inves de fechar as empresas... ele nao usa de outra atitude. Coloca fiscais na ruas,ao orientando a população.... fiscalizando as empresas... pra ver se funcionarios e clientes estão se protegendo e protegendo o proximo. Porque ao inves de ficar ameaçando os empregadores e empregados com multas.... ele nao coloca essa corja de funcionarios inuteis da prefeitura pra fiscalizar... Caraaa.... esse prefeito so fez cagada, exceto na educação.. porque isso nao se pode negar. Mas ele nao esta sendo sensato, na questao da pandemia. O que precisamos é de concientização... Nao adianta fechar isso, fechar aquilo... recolhe tal hora... Se as pessoas nao se concientizar de que é necessario se isolar... sair somente para o necessario.. de nada dessas medidas de merda que esse prefeito ta tomando .. vai adiantar.. Ta faltando estudo... pra tomar certas atitudes... Rodizio de Placa... Rodizio de CPF.... isso foi a pior merda que ele fez.... Essa equipe do Emanuel ta uma merda.... Reelejam ele... ai vamos ver o que vai ser ruina na nossa cidade.... PELO AMOR DE DEUS.... algo ou alguma coisa... tem que parar com as burrices desse prefeito.....

  • Davener Reis
    02 Jul 2020 às 23:36

    Será que esse prefeito leu o decreto que os assessores dele fizeram, não é possível que leu e se leu não entendeu nada, quanta ignorância e falta de empatia com o povo trabalhador, então tira o trabalhador de serviços essenciais de dentro dos seus veículos e coloca nos transportes públicos, quanta lucidez, quanta lógica, só podia estar sobre o efeito de álcool, ou realmente a sua completa falta de bom senso e inteligencia não lhe permitiu entender nada do que foi publicado e assinado por ele. Daqui a pouco ele vai reclamar para os presidentes do Brasil transfigurados pelo STF com o agravante que não foram eleitos pelo povo Brasileiro e nos mandar prender como eles estão fazendo por causa de críticas.

  • paraiba
    02 Jul 2020 às 23:34

    ta casando jeito da saúde para funcionamento ja esta no limite

  • Sr. Sombracelha com dinheiro no paleto
    02 Jul 2020 às 23:07

    Pega fogo cabaré, vai todo mundo pegar covid no busaooo ?? E o paletó andando de carro todo dia, serase a gente vai encontrar com ele no busão ou nos carros privados dele? Será que ele vai no mercado a pé? Não vamos mais aceitar isso!

Sitevip Internet