Olhar Direto

Terça-feira, 04 de agosto de 2020

Notícias / Política MT

Pré-candidato a prefeito, deputado gastou R$ 63,9 mil com redes sociais nos últimos cinco meses

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

12 Jul 2020 - 16:25

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Pré-candidato a prefeito, deputado gastou R$ 63,9 mil com redes sociais nos últimos cinco meses
Pré-candidato a prefeito de Sinop, o deputado federal Juarez Costa (MDB) entendeu que a campanha para as eleições deste ano não terá espaço o tradicional corpo a corpo e está investindo, e com recurso público, em sua imagem online. De acordo com o portal da transparência da Câmara dos Deputados, o parlamentar utilizou nos cinco primeiros meses de 2020, a quantia de R$ 63,9 mil para fazer postagens em suas contas do Facebook e Instagram.
 
Leia também
Vereadores sem influência na internet devem ter problemas com campanha durante pandemia

 
Desde que tomou posse, em fevereiro de 2019, o deputado passou seis meses sem se preocupar com este tipo de serviço, mas em julho do mesmo ano, ele contratou a empresa Evolution Midia, Marketing, Assessoria, Sports e Evento para cuidar de suas contas na internet.
 
Naquele ano, segundo as notas emitidas pela prefeitura de Sinop, a empresa recebeu R$ 63 mil para fazer 475 publicações no Instagram e no Facebook, redes sociais utilizadas pelo deputado. O serviço foi pago com dinheiro da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar, o famoso ‘cotão’ que os deputados tem direito.
 
Já em 2020, o parlamentar gastou em cinco meses, a quantia de R$ 63,9 mil para a empresa publicar pouco mais de 300 postagens nas duas redes sociais, como forma de divulgação de seu mandato.
 
Somente no mês de maio, a empresa que presta o serviço, ganhou R$ 14,9 mil para fazer 85 publicações sobre o mandato de Juarez Costa no Facebook e no Instagram.
 
Juarez, que já foi vereador e prefeito de Sinop por duas vezes, já manifestou publicamente que pretende disputar pelo cargo em 2020. Em 2018, ao concorrer pela primeira vez à Câmara dos Deputados, ele foi ficou como o décimo candidato mais votado, mas acabou sendo eleito por conta das regras eleitorais da época, com 49,9 mil votos.
 
A reportagem tentou entrar em contato com o parlamentar para falar sobre os gastos nas redes sociais, mas as ligações não foram atendidas.

7 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Pc
    13 Jul 2020 às 11:59

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Luis Flávio
    13 Jul 2020 às 08:11

    Cadê investigação pro campanha antecipada e essa empresa e de quem? Vão investigar esses gastos ou irão fazer vista grossa na elucidação do caso.

  • Jéssica Trans Corintiana
    13 Jul 2020 às 02:29

    Eu quero comprar seguidores pq quero ser uma digital influencia do yo tuber. Mim ajudem. Obrigada

  • Concursado
    13 Jul 2020 às 00:43

    Nenhuma novidade, segue o enterro.

  • Critico
    12 Jul 2020 às 19:05

    Ei TRE? Não vai ter o mesmo tratamento igual ao dado a Selma?

  • Degas
    12 Jul 2020 às 18:31

    Esperamos que perca.

  • josé de souza
    12 Jul 2020 às 18:19

    SÓ PODE ESTAR ACHANDO FÁCIL

Sitevip Internet