Olhar Direto

Quinta-feira, 24 de setembro de 2020

Notícias / Cidades

Cobrança por justiça para Isabele vira um dos assuntos mais comentados do Brasil na internet

Da Redação - Fabiana Mendes

14 Ago 2020 - 09:45

Foto: Reprodução

Cobrança por justiça para Isabele vira um dos assuntos mais comentados do Brasil na internet
Amigos de Isabele Ramos, de 14 anos, se mobilizaram para cobrar justiça pela morte da garota, ocorrida no dia 12 de julho, no condomínio Alphaville, em Cuiabá. O assunto se tornou um dos mais comentados no Twitter no Brasil, na manhã desta sexta-feira (14). Mais de 115 mil pessoas publicaram #justicaporbele.

Leia mais:
Perito detalha momento do disparo, trajeto da bala e forma como Isabele caiu no banheiro

Isabele foi morta pela amiga da mesma idade, que alegou disparo acidental. No entanto, laudo da Perícia Técnica (Politec) aponta que o gatilho da pistola foi acionado e o projétil saiu na parte de trás da cabeça da vítima, causando traumatismo crânio encefálico. A adolescente, conforme o perito, teve morte instantânea.

No Twitter, uma thread (em português fio) conta o ordem cronológica das investigações. “Como poderia ter sido acidental se são atiradores profissionais? 10 mil reais por uma vida? Por que os depoimentos tem tantos furos? Por que Isabele foi assassinada? Não foi acidente, todos sabemos disso”, argumenta a autora.

O texto teve mais de 8,1 mil comentários e compartilhamentos, além de 15,9 mil curtidas, até a publicação desta matéria. 

“Uma menina de 14 anos vai na casa da amiga para fazer um bolo e sai de lá morta com um tiro na cabeça. Esse pessoal quer ter arma em casa, mas não querem ser responsabilizados por seus crimes. Quando uma criança morre, a família inteira falece”, comentou um usuário que também pede justiça.

O irmão de Isabele também postou alguns vídeos da adolescente. Além de cobrar justiça, ele diz sentir saudades. O garoto também publicou uma foto com  o pai, Jony Ramos, que faleceu em decorrência de uma acidente de motocicleta, em Chapada dos Guimarães, há cerca de dois anos. “Não esqueci de você não, papai”, diz.
 
O caso

Segundo informações da Polícia Judiciária Civil, por volta das 22h30 Isabele já foi encontrada sem vida no banheiro da casa. A amiga informou à Polícia que efetuou o disparo acidentalmente contra a colega.
 
Isabele morreu com um tiro na cabeça, efetuado pela amiga ao manusear uma pistola PT 380, dentro do condomínio Alphaville I, no bairro Jardim Itália, em Cuiabá.
 
Das sete armas encontradas na residência, duas delas não estavam com o registro no local e por este fato, o proprietário foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo de uso permitido. Ele foi conduzido à DHPP e autuado pelo crime, que é afiançável. Depois de pagar a fiança, foi liberado.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet