Olhar Direto

Quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Notícias / Cidades

Manifesto pede reabertura da Central de Flagrantes em Várzea Grande

Da Redação - Fabiana Mendes

28 Set 2020 - 11:01

Foto: Polícia Civil

Manifesto pede reabertura da Central de Flagrantes em Várzea Grande
Um manifesto social pede a reabertura da Central de Flagrantes de Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá), fechada há cerca de uma semana em virtude do número de servidores diagnosticados com o coronavírus e, por consequência, afastados das atividades laborais.

Leia  mais:
PM nega tiros em dispersão de aglomeração em posto de combustível; veja vídeo

O documento, assinado por representantes de diversas entidades mato-grossenses, cita que o fechamento deixa mais de 300 mil pessoas sem atendimento das ocorrências policiais em flagrante.

“Vivemos em uma sociedade onde a segurança pública é a esperança da existência de justiça, a restrição desse serviço essencial à sociedade a qualquer tempo é uma lesão ao direito do cidadão, devidamente previsto no artigo 144, IV e § 4º, da Constituição Federal”, diz trecho do manifesto.

Ainda de acordo com o documento, a atual situação pode gerar um precedente com consequências incalculáveis, com efeito cascata. “Combater a violência, claro que é essencial, e um desses papeis é exercido por delegados, investigadores e escrivãs, ou seja da Policia Judiciaria Civil, e sua presença em regime de 24 horas para atendimento de crimes em flagrantes é fundamental para a prevenção e ao combate da violência”, acrescenta.

A Polícia Civil iniciou a medida de caráter extraordinário e emergencial no dia 22 de setembro e deve seguir até 13 de outubro. Desde o início da pandemia de Covid-19, a Diretoria Metropolitana e a Diretoria de Atividades Especiais montaram uma escala de reforço com policiais das respectivas delegacias de cada diretoria, a fim de suprir o atendimento nas Centrais de Flagrantes da região metropolitana e mantê-las em funcionamento. 

No entanto, além do aumento de policiais diagnosticados com a Covid-193, há também um expressivo número de servidores, especialmente da Diretoria Metropolitana, que pertence ao grupo de risco e que está impossibilitado de realizar o trabalho presencial.

Desta forma, os atendimentos de flagrantes ocorridos em Várzea Grande são encaminhados às duas unidades de plantões de Cuiabá, respeitando a natureza das ocorrências: Central de Flagrantes de Cuiabá recebe ocorrências diversas e o Plantão 24h da Mulher recebe ocorrências de violência doméstica e sexual.

Confira a íntegra do manifesto: 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet