Olhar Direto

Notícias / Política MT

fim do VLT

Neurilan critica falta de diálogo de Mauro a respeito do BRT: ‘espero que comece a chamar as entidades’

Da Redação - Isabela Mercuri / Do local - Max Aguiar

18 Jan 2021 - 09:16

Foto: Rogério Florentino Pereira/ OD

Neurilan critica falta de diálogo de Mauro a respeito do BRT: ‘espero que comece a chamar as entidades’
O presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM) Neurilan Fraga (PL), criticou o fato de o governador Mauro Mendes (DEM) ter tomado a decisão a respeito da mudança de modal de transporte do VLT para BRT sem abrir diálogo com prefeitos e nem com as instituições, como a própria AMM. Segundo o presidente, como o Estado fará investimentos, todos os municípios podem sofrer as consequências da escolha.

Leia também:
"Se fosse ampliar debate, não sairia do lugar”, diz Fávaro sobre decisão de troca do VLT

“O governador Mauro Mendes tem sido um exímio gestor nas questões do equilíbrio das contas do estado, aumentou a receita, diminuiu as despesas, fechou o caixa em azul, porém ainda falta muito na questão do diálogo, da conversação, do entendimento. Não é bom para nenhum governo tomar decisão unilateral. Eu acho que tem que sentar, discutir com os parceiros, e os municípios, prefeitos, os gestores municipais, independente do tamanho do seu município, tem que ser ouvidos”, afirmou Neurilan, após a posse da AMM, realizada na tarde de quarta-feira (13).

Segundo o presidente, não só os prefeitos de Cuiabá e Várzea Grande deveriam ser ouvidos, mas também os de outros municípios do Estado. “Queira sim, queira não, uma decisão dessa impacta também os demais municípios, porque a partir do momento em que o Estado vai pegar financiamento ou pegou financiamento, ou vai gastar (...) vai colocar aqui dinheiro arrecadado de todos os municípios em uma obra de Cuiabá e Várzea Grande, quer dizer... poderia estar investindo também nos municípios. Uma decisão dessa termina impactando nos demais municípios, então tem que chamar para a discussão”, completou Neurilan. 

O governador Mauro Mendes (DEM) não apoiou Neurilan na eleição da presidência da AMM. Na ocasião, ele afirmou que “ninguém pode se perpetuar no poder em nenhuma entidade”, e sinalizou apoio ao prefeito de Água Boa, Mauro Rosa, o popular "Maurão" (PSD), mas garantiu que não iria “se meter na eleição”.

Neurilan, além de falar a respeito do VLT, disse que, em geral, Mauro tem tomado atitudes ‘muito unilaterais’. “A gente percebe, porque eu represento uma entidade e muitas vezes algumas definições tomam-se sem discussão com as entidades, com a AMM. Então eu espero que agora, nestes dois últimos anos de governo, ele ter uma postura um pouco diferente. Chamar mais as entidades, chamar a AMM, para discutir situações que envolvem os municípios do Estado”, finalizou. 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet