Olhar Direto

Quinta-feira, 05 de agosto de 2021

Notícias | Política MT

novela continua

Juca nega que Cuiabá esteja sozinha após Kalil votar por BRT: ‘Estamos com o povo’

14 Mai 2021 - 14:08

Da Redação - Isabela Mercuri / Do local - Airton Marques

Foto: Olhar Direto

Juca nega que Cuiabá esteja sozinha após Kalil votar por BRT: ‘Estamos com o povo’
O presidente da Câmara de Vereadores de Cuiabá, Juca do Guaraná Filho (MDB), negou que o fato de o prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat (MDB), ter mudado de ideia e votado a favor do VLT possa deixar a Prefeitura e a Câmara da capital sozinhas. “Não fica sozinha porque o povo quer VLT, o povo quer ser ouvido, então a partir do momento em que você está com o povo, você não está sozinho”, defendeu.

Leia também:
Samaniego diz que decisão do Codem é irrelevante e Prefeitura entrará na justiça por plebiscito

Na manhã desta sexta-feira (14) foi realizada na Câmara de Vereadores uma audiência pública para discussão sobre a mudança de modal de transporte de VLT para BRT. Além dos vereadores, participaram o secretário de Mobilidade Urbana de Cuiabá, Juares Samaniego, e o assessor de mobilidade urbana da Secretaria estadual de Logística e Infraestrutura (Sinfra), Rafael Detoni.

Segundo Juca, a grande questão não é a defesa do VLT, mas sim oportunizar o debate. “Nós queremos ser ouvidos como representantes do povo cuiabano, representando a cidade de quase 700 mil habitantes, e a Câmara de Cuiabá não ser ouvida? Eu acho um absurdo. A Câmara de Várzea Grande não ser ouvida. Nós queremos debater, e debater com quem de fato vai usar o transporte coletivo. Eu tenho dito, a classe política vai andar no transporte coletivo, seja BRT ou seja VLT, no máximo no dia da população. E quem vai usar diariamente precisa ser ouvido para ver qual modal quer. Esse é meu clamor, tem que ouvir a população, o usuário do transporte coletivo”, defendeu o presidente.

Apesar da audiência, o Conselho Deliberativo Metropolitano da Região do Vale do Rio Cuiabá (CODEM) decidiu em votação na última quarta-feira (12) pela mudança de modal de transporte. Na ocasião, Cuiabá não tinha nenhum representante, mas Juares Samaniego esteve presente representando o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea), e votou contra a mudança.

Para o presidente da Câmara de Vereadores, a votação não ouviu os principais envolvidos, ou seja, a população. “A Câmara está fazendo essa audiência, que eu vejo que é uma audiência muito republicana, [para] ouvir a população, você ver a participação de pessoas, de usuários do transporte coletivo, dando voz para todos falarem, se expressarem, e nós vamos tão logo ver o que podemos fazer para ir a favor do povo cuiabano e automaticamente a favor do povo várzea-grandense”, defendeu.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet