Olhar Direto

Domingo, 19 de setembro de 2021

Notícias | Política MT

EM VISITA A CUIABÁ

Tarcísio critica entraves ambientais para liberação da Ferrogrão e defende implantação de trilhos ao invés de rodovias

16 Jul 2021 - 17:33

Do Local - Airton Marques / Da Redação - Max Aguiar

Foto: George Dias/OAB-MT

Tarcísio critica entraves ambientais para liberação da Ferrogrão e defende implantação de trilhos ao invés de rodovias
Além de resolver ou pelo tentar solucionar o problema de duplicação da BR-163, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, também trouxe explicações sobre a ferrogrão e outras ferrovias que irão cortar Mato Grosso e fazer daqui um novo polo ferroviário do país. 

Leia mais:
Ministro cita problemas da BR-163 desde da fase inicial e projeta três saídas para tirar Rota do Oeste da concessão

Antes de começar a audiência pública, Tarcísio lembrou que problemas entorno da rodovia estão em dois pontos: ambientais e judiciais. Segundo o ministro, o leilão para início da ferrovia está sofrendo muitos ataques. Inclusive, ao explicar que a ferrovia é investimento para o futuro, fez vários questionamentos favoráveis à chegada do trem pelo menos até Cuiabá. 

"E uma questão curiosa: único lugar do mundo que temos que provar que uma ferrovia é sustentável é no Brasil. Grupos ambientalistas dizem “olha não pode fazer a Ferrogrão porque ela é ruim para o Brasil”. Ruim por quê? A alternativa a Ferrogrão é a duplicação da BR-163. O que é mais sustentável? Fazer a ferrovia ou duplicar a BR? O que contém mais a expansão fundiária? O que elimina mais a emissão de CO2? O que elimina mais emissão de material particular? O que elimina mais acidente? A resposta para tudo é Ferrovia!", disse o ministro. 

Além disso, Tarcísio comentou que outra coisa difícil em um processo desse tipo é conseguir investidor. E para Mato Grosso a situação é completamente diferente, pois a empresa Rumo Logística já se declarou favorável a ser a detentora da ferrovia no estado. 

"O que é difícil em uma ferrovia na atual direção? Conseguir um investidor. E o mais importante: nós temos investidor. Detalhe: ferrovia que vai acompanhar a faixa de domínio da BR-163. Quem diz que vai abrir uma grande devastação basta percorrer a 163. Quem conhece a 163 sabe o que estou falando. O que tem na faixa de domínio da BR-163 hoje que vai acomodar essa ferrovia? Então estamos brigando para fazer a Ferrogrão e nós temos investidor. Só precisamos da liberação da justiça para fazer o leilão e ter um leilão bem sucedido com 12 bilhões de investimento", ponderou. 

Tarcísio também colocou data para começar as obras ds Fico, que vai interligar Santa Rosa - GO a Água Boa, no Araguaia. Além disso, o ministro já demonstrou interesse em levar os trilhos até Lucas do Rio Verde. 

"Em agosto a gente começa a obra da ferrovia de integração do Centro Oeste, estamos usando a criatividade. A gente pegou o polo da estrada de ferro Vitória-Minas e está colocando a Vale para fazer uma Ferrovia que vai ligar o Vale do Amapá e a ferrovia da Fico. E no final das contas não vai parar em Água boa. Porque no final, uma ferrovia que não seria viável se fazer por meio de uma concessão passa ter valor presente líquido positivo. A vale vai pagar fazendo uma obra. Então o que era obrigação de pagar, vai virar uma obrigação de fazer", disse o ministro. 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet