Olhar Direto

Terça-feira, 30 de novembro de 2021

Notícias | Política MT

​REFLEXOS DA OPERAÇÃO

Mauro lamenta ‘vergonha’ que Cuiabá passou com afastamento de prefeito e está aberto a diálogo com Stopa

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Mauro lamenta ‘vergonha’ que Cuiabá passou com afastamento de prefeito e está aberto a diálogo com Stopa
O governador Mauro Mendes (DEM) afirmou que está aberto a manter um diálogo com o prefeito em exercício na capital, José Roberto Stopa, caso ele queira. O chefe do executivo estadual lamentou a “vergonha gigante” que Cuiabá passou com o afastamento do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) e disse que ele era o único entre os 141 prefeitos de Mato Grosso com quem ele tinha algum conflito.
 
Leia mais:
“Emanuel não foi e não será abandonado pelo partido”, afirma presidente do MDB municipal
 
A 'Operação Capistrum' foi deflagrada no último dia 19 pelo Núcleo de Ações de Competência Originária (Naco), do Ministério Público, com apoio da Polícia Civil. As investigações se originaram no Núcleo de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa da capital, relacionadas a ilícitos perpetrados no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá. Uma das decisões cumpridas foi do afastamento do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro.
 
Em entrevista nesta segunda-feira (25) o governador Mauro Mendes lamentou a vergonha que a capital passou, com o afastamento, mas disse que não tem elementos suficientes para fazer qualquer julgamento sobre o caso, que corre em um processo judicial.
 
“Em primeiro lugar eu lamento muito que Cuiabá esteja passando por essa vergonha gigante, de ter um prefeito afastado, mas vergonha maior é foi ter tido sete secretários afastados. Então eu espero que isso possa se resolver rapidamente, que culpados possam ser penalizados na forma da lei, isso cabe ao Ministério Público, cabe à Justiça tomar estas decisões”.
 
Mauro ainda disse que está aberto a um diálogo com o prefeito em exercício José Roberto Stopa, caso ele procure o Governo, assim como ele tem feito com todos os outros prefeitos de Mato Grosso.
 
“Estou aberto aqui aos 141 prefeitos para que procurem o Governo. Tenho um bom relacionamento com 140 prefeitos do Estado de Mato Grosso, não tem nenhum prefeito que eu tenha algum tipo [de conflito] a não ser o de Cuiabá, e os motivos estão aí claramente sendo expostos dia a dia [...] se hoje o prefeito Stopa quiser demandar uma agenda aqui, prontamente eu marcaria esta agenda”.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet