Olhar Direto

Quarta-feira, 10 de agosto de 2022

Notícias | Ciência & Saúde

H-BENTO

Menino de 11 anos passa por cirurgia rara para correção de escoliose em Cuiabá

Foto: Assessoria

Menino de 11 anos passa por cirurgia rara para correção de escoliose em Cuiabá
Diagnosticado há três anos com escoliose, garoto de 11 anos de idade conseguiu cirurgia, na semana passada, para tratar do problema. Considerado como procedimento de alta complexidade, é raro devido à idade do paciente, bem como pela gravidade do seu quadro. A cirurgia foi realizada no H-Bento, que tem fortalecido sua presença como referência em ortopedia e tratamentos de coluna.
 
Leia mais: 
Após três dias, corpo de jovem que desapareceu em rio é encontrado
 
O responsável pela operação em Cuiabá foi o médico ortopedista Dr. Fábio Mendonça, sócio proprietário do H-Bento. O procedimento foi realizado no dia 1º de fevereiro e contou com uma equipe formada por 10 profissionais e toda estrutura técnica do hospital.
 
Ao todo, foram quase quatro horas de cirurgia para a correção da deformidade na coluna do pequeno paciente. Em geral, a intervenção é indicada para jovens de 13 a 15 anos, porém, no caso do garoto, a necessidade de cirurgia era urgente.
 
A técnica utilizada pela equipe do H-Bento é chamada de Bipolar e foi desenvolvida em 2012 pelo médico francês Lofti Miladi. No Brasil, instituições de referência no Rio de Janeiro e São Paulo realizam a cirurgia frequentemente. O procedimento é considerado minimamente invasivo e pode reduzir as possibilidades de infecções, sangramentos, garantindo um pós-operatório menos doloroso.
 
Além da correção, a criança teve uma haste de titânio inserida na coluna para intervenções futuras de alongamento conforme o seu crescimento.
 
Ao falar sobre a cirurgia, a mãe do pequeno paciente, a auxiliar de produção Aliana Pedroso dos Santos, 37, diz ainda não acreditar que o pesadelo do garoto acabou. Ela considera a chegada do filho ao H-Bento como uma “benção” na vida de sua família. O menino, que tem pouco mais de 1m de altura, já enfrentou muitas dificuldades por conta da escoliose.

Desde a cirurgia na semana passada, a criança segue em acompanhamento da equipe médica do H-Bento. Ele e a mãe aguardam a liberação para retornar a Campo Verde (MT), onde moram. Na cidade, o garoto vai se reencontrar com os dois irmãos mais velhos e toda a família ansiosa pelo resultado da cirurgia.
 
 
 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet
x