Olhar Direto

Segunda-feira, 08 de março de 2021

Notícias / Brasil

Prefeito de Curitiba cobra compromisso de metas para secretariado

Agência Folha

01 Jan 2009 - 21:44

O prefeito de Curitiba, Beto Richa (PSDB), disse nesta quinta-feira na cerimônia de posse de seu segundo mandato que todos os integrantes do secretariado vão assinar um contrato de compromisso de gestão e metas que deverão ser cumpridas.

Batizada de "choque de gestão" pelo tucano, a politica tem a finalidade de agilizar o cumprimento do programa de governo traçado para o novo mandato, como o inicio das obras do metrô de Curitiba, a criação de mais vagas em creches e a eliminação de filas em unidades de saúde.

"Com isso incentivamos a austeridade e o choque de gestão", afirmou o tucano, reeleito na eleição de outubro com 77% dos votos validos.

Cotado para disputar o governo do Paraná em 2010 por causa do desempenho nas urnas, Richa recuou hoje ao ser questionado sobre o assunto e optou por citar nomes de aliados. "O momento é inadequado. É um assunto que precisa ser tratado com muita cautela."

Eleito por uma coligação de 11 partidos, o tucano disse que o trabalho agora é manter o grupo unido na sucessão estadual e citou que o representante majoritário para disputar o governo pode estar entre os senadores e irmãos Álvaro (PSDB) e Osmar Dias (PDT), o presidente estadual do PPS, Rubens Bueno, ou o deputado federal Gustavo Fruet (PSDB).
"Tenho certeza de que com esse grupo unido, vamos ganhar com facilidade a eleição para o governo em 2010."

Richa anunciou ainda cortes em despesas de custeio, como forma de enfrentar os efeitos da crise financeira internacional. Em todas as repartições de governo, serão reduzidos em até 15% os custos deste ano com telefonemas, água, luz e material de expediente, o que corresponde a uma economia inicial de pelo menos R$ 55 mi.

Sitevip Internet