Olhar Direto

Notícias / Política MT

Alcolumbre se esquiva de comentar cassação de Selma e não fixa prazo pra declarar vacância do cargo

Da Redação - Érika Oliveira

03 Fev 2020 - 17:05

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Alcolumbre se esquiva de comentar cassação de Selma e não fixa prazo pra declarar vacância do cargo
De volta aos trabalhos no Legislativo na manhã desta segunda-feira (03), o presidente do Senado Davi Alcolumbre (DEM) desconversou ao ser questionado sobre a situação da senadora cassada Selma Arruda (PODE). A não declaração de vacância do cargo por parte da Casa garante uma sobrevida a Selma no Senado e impede que seja cumprida a liminar deferida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) na última semana, que empossa Carlos Fávaro (PSD) na vaga até que sejam realizadas novas eleições.

Leia mais:
Selma diz que decisão de Toffoli é “absurda” e aposta em revisão de liminar

“Calma, que vai dar tudo certo”, disse Alcolumbre, ao ser questionado pela reportagem do Estadão, durante coletiva após a retomada das atividades no Senado.

Conforme reportagem do mesmo jornal, publicada no ano passado, até que Alcolumbre declare a vacância do cargo Selma mantém direito a imóvel funcional, cota parlamentar e um salário mensal de R$ 33,7 mil.

Alcolumbre já foi oficialmente comunicado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre a cassação de Selma e encaminhou o caso à Procuradoria da Casa, que deve emitir um parecer e devolvê-lo ao presidente. O processo deve passar ainda pela Comissão de Constituição e Justiça, que designará um relator para chancelar o assunto. Só depois de todo esse rito é que a cassação é levada para análise do Plenário.

Vale destacar que Selma e Alcolumbre não mantêm bom relacionamento. Ela, enquanto parlamentar, foi uma das principais líderes do movimento Muda Senado, que é contrário à gestão do atual presidente.

Na última sexta-feira (31), o presidente do STF, ministro Dias Toffoli atendeu pedidos do PSD – partido de Fávaro – e do Governo do Estado de Mato Grosso e concedeu liminar garantindo a Carlos Fávaro o direito de assumir a vaga de Selma interinamente, até que ocorram novas eleições. Para que Fávaro seja empossado, no entanto, Alcolumbre precisa declarar a vacância do cargo.

Leia AQUI a íntegra da reportagem do Estadão.

7 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • JORGE LUIZ
    04 Fev 2020 às 14:09

    ZUMBI SEU BURROCRATA, EU DISSE APENAS QUE SE O PRESIDENTE DO SENADO ABRE OS SERVIÇOS CAÇANDO A MALA EX-TUDO OS ESQUERDOPATAS COMO VOCÊ IRIAM ZANGAR, OU SEJA, O CARA SE FAZ LOGO É CONDENADO E SE DEMORA É CONDENADO, PARA MIM ESSA AÍ DEVERIA SAIR QUANDO O TRE AQUI CAÇOU ELA E PRONTO

  • Zumbi
    04 Fev 2020 às 10:05

    Jorge Luiz , chance de que? seu bolsominion imbecil ..essa mulher já foi devidamente cassada , teve todo contraditório e ampla defesa ...o que esta acontecendo é fazer com que ela goze ainda enquanto puder do alto salário e beneficios que o seu cargo fornece ...deixe se ser jumento e pare de praticar a justiça seletiva , deve estar andando muito com Sergio Moro.

  • Jorge Luiz
    04 Fev 2020 às 08:13

    COMO É A IMPRENSA E OS ESQUERDOPATAS, SE O CARA ABRE OS TRABALHOS CAÇANDO A EX TUDO JÁ NO PRIMEIRO DIA IRIAM DIZER QUE ERA SACANAGEM E QUE NÃO DERAM A EX TUDO CHANCE DE SE DEFENDER, A HIPOCRISIA NESTE PAÍS FEDE

  • Gladston
    03 Fev 2020 às 21:28

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Gunther Reuter
    03 Fev 2020 às 20:44

    Continue exercendo sua função Senadora. Mato Grosso a elegeu . Força, não nos abandone.

  • joaoderondonopolis
    03 Fev 2020 às 18:27

    A palavra final é do senado que o processo tem um trâmite longo.

  • Cezar
    03 Fev 2020 às 18:23

    Pode ser que me engane, mas esse cidadão Favaro pode não assumir.

Sitevip Internet