Olhar Direto

Sábado, 19 de setembro de 2020

Notícias / Brasil

Seminário do PT vira ato de apoio à candidatura de Dilma

ABr

22 Mar 2009 - 06:48

Cinco ministros, governadores, prefeitos, acadêmicos e centenas de militantes do PT participaram ontem(21), no Rio de Janeiro, do seminário Uma nova mensagem para Uma Nova Caminhada. O evento promovido pelo partido se transformou em uma manifestação de apoio à candidatura da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, à Presidência da República, nas eleições de 2010. 

Indagada sobre as manifestações de carinho recebidas, Dilma repetiu o secretário-geral nacional da Executiva do PT, deputado federal José Eduardo Cardoso (SP): “A gente não pode controlar os militantes”. Assegurou, porém, que o encontro não tinha esse objetivo. “A reunião era para discutir a crise. E foi o que eu fiz.”

A ministra disse que a sucessão [presidencial] “tem que ficar para 2010”. Ela fez, inclusive, um apelo para que a questão não fosse tocada durante o seminário. “Mas, você não controla”. Acrescentou que o processo terá de ter um desdobramento interno no partido. “Ninguém sai candidato desse jeito. E nem pode”.

Dilma afirmou ainda que a queda de 9 pontos percentuais na avaliação positiva do governo Luiz Inácio Lula da Silva foi “bastante pequena”. Disse que em um momento difícil de crise não poderia haver outra reação. Para a ministra, pesquisas de opinião não devem ser pauta de governo. “E vou dizer sinceramente: não acho muito relevante isso”.

A ministra enfatizou a necessidade de que haja uma consciência política de que, hoje, a missão fundamental do governo é enfrentar a crise. “Essas outras questões são laterais. Não podem ser o fulcro nem o foco de toda a discussão política”.

Durante o seminário do PT, os ministros Carlos Minc (Meio Ambiente), Tarso Genro (Justiça), Guilherme Cassel (Desenvolvimento Agrário) e Nilcéia Freire (Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres) manifestaram apoio a uma eventual candidatura de Dilma à Presidência da República.

Para a governadora do Pará, Ana Júlia, chegou o momento das mulheres assumirem um papel maior na política nacional. Ana Júlia afirmou que Dilma é a representante do sexo feminino mais capacitada atualmente para enfrentar o desafio de assumir a Presidência da República.











Sitevip Internet