Olhar Direto

Segunda-feira, 13 de julho de 2020

Notícias / Cidades

Advogado passa por três procedimentos cirúrgicos, apresenta leve melhora, mas estado de saúde ainda é grave

Da Redação - Lázaro Thor Borges

28 Mai 2017 - 11:35

Advogado passa por três procedimentos cirúrgicos, apresenta leve melhora, mas estado de saúde ainda é grave
O filho do deputado estadual Oscar Bezerra, o advogado Anacleto Giraldelli Bezerra, 28 anos, passou por cirurgia na tarde do último sábado (27) e já apresenta uma leve melhora no quadro clínico e não corre mais risco de morte, segundo informações médicas. Contudo, os profissionais de saúde alertaram que o quadro de saúde ainda é grave. 

Leia mais:
Filho de deputado que bateu Hillux em poste está na UTI e corre risco de vida


Anacleto dirigia uma caminhonete Hilux pela avenida Miguel Sutil , nas proximidades do viaduto do bairro Despraiado,  em Cuiabá, quando perdeu o controle do veículo e colidiu contra um poste no canteiro central da avenida. O acidente ocorreu por volta das 5h30 do último sábado. 

Segundo informações da assessoria do parlamentar, Anacleto foi submetido a três procedimentos cirúrgicos: duas drenagens no cabeça para evitar a coagulação do sangue e uma cirurgia na regiçao do tórax, para amenizar problemas no pulmão. Apesar da melhora, os médicos alertaram a família de que o estado de saúde ainda é grave. 

Após a cirurgia, Oscar Bezerra e demais familiares foram até o hospital visitá-lo na Unidade de Tratamento Intensivo onde está internado. A visita perdurou das 14h às 18h da tarde, a partir de então o médico responsável pediu que os familiares esperassem em casa. 

Ainda de acordo com a assessoria, Bezerra se mostrou mais ‘otimista’ depois que os médicos informaram que houve uma melhora no quadro clínico do filho.

8 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Madeirador
    29 Mai 2017 às 15:24

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • rodrigo
    29 Mai 2017 às 08:15

    Concordo com a Dra. Fernanda....a vida não se discute!! mas .. sempre vemos este tipo de notícia onde o motorista errado mata e sai ileso... pelo menos este errou e não matou inocentes e pais de família no trânsito.

  • Maria
    29 Mai 2017 às 07:23

    DRA Fernanda, até pode ser juramento. Mas, é fato, que se fosse um ze ninguem, a matéria teria outro título e outro enredo. Alta velocidade combinado com bebidas ou drogas resultam em acidentes graves. Ninguém aqui deseja nada de ruim pra ele. Que se recupere. Mas que a matéria seria diferente, isso seria.

  • Cuiabano porreta
    28 Mai 2017 às 23:16

    muito lindo o discurso da medica FERNANDA..ai pergunto nobre medica ..e se fosse sua filha vitima de um motorista embriagado que por causa de uma.medica preguiçosa e paga pau de deputado não esta nem ai em pedir no exame grau de alcolemia...salvar a vida é o minimo que se espera de um médico..justica para os outros é pedir muito né...

  • Vinicius
    28 Mai 2017 às 20:11

    Vamos melhoar a mentalidade de vocês, no caso particular se ele estava alcoolizado ou não, ou corria ou não, o único prejudicado foi ele próprio, independente de quem se acidentou se fosse o filho de vocês, se fosse um cara pobre, filho de político, pensem no sofrimento da família e dele mesmo, até porque se ele errou a lição foi dada, então se sua filha que estivesse quase morrendo iria parar tudo e entrar no meríto? Não desejo isso, mas se tivesse matado um pedestre por imprudência poderia deligenciar nesse sentido de fazer teste de alcoolemia e outros procedimentos a se apurar, não tenho antipatia nem simpatia pelo Deputado e família, mas também não tenho a cabeça pequininha para desejar mal só porque o rapaz é filho de Deputado. Eu vi um monte de gente com adesivo do Oscar Soares na época da eleição, porque? Se for pra cortar que corte na raiz, mas política e ódio são coisas completamente diferentes, mas vamos pensar maior que desejar mal a quem quer que seja.

  • Fernanda
    28 Mai 2017 às 16:51

    Sou médica, vocês acham mesmo que se um paciente chega em estado grave, vou ficar preocupada fazendo exame de sangue( toxicidade)ou vou estabilizar o paciente?? Se fosse filho de vocês? O que vocês fariam! Parem de julgar! Uma vida vale MUITO, os médicos querem salvar vidas não pré julgar o paciente, isso foi meu juramento!!!

  • CUABANO PORRETA
    28 Mai 2017 às 13:36

    as causas do acidente , o porque nao divulgam ? a essa altura ja se tem um exame de sangue se comprova se o cara bebeu acima do permitido ou nao e se nao bebeu que vamos analisar as outras causas como sono ou mesmo defeito mecanino , etc, mas o que nao se pode é mascarar a verdade nunca ....

  • Vivi
    28 Mai 2017 às 12:24

    Como ele é filho de Deputado ninguém fala o motivo dele ter pedido o controle do carro mas se fosse um qualquer falariam que estava correndo muito porque estava bêbado. A sorte que não atingiu ninguém.

Sitevip Internet