Olhar Direto

Terça-feira, 21 de janeiro de 2020

Notícias / Política MT

Governo propõe aumento e cria novas taxas do Detran; reajuste supera 440%; veja lista

Da Redação - Fabiana Mendes

10 Dez 2019 - 14:45

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

Governo propõe aumento e cria novas taxas do Detran; reajuste supera 440%; veja lista
O governador Mauro Mendes propôs um projeto de lei para criação, readequação, reajuste e a exclusão de taxas cobradas pelo Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN), que deve ser aprovado nos próximos dias. Um pedido de urgência foi protocolado no dia 26 de novembro, lido em Plenário durante a sessão ordinária da Assembleia Legislativa no mesmo dia, aprovado e encaminhado a expediente para segunda votação.

Leia mais:
Detran notifica 60 condutores por suspeita de irregularidade na obtenção da CNH; veja nomes

Caso aprovado, o projeto de lei nº 1215/2019 passará a vigorar em 90 dias contados a partir da sanção. Conforme a listagem de taxas citadas no documento, a 'Renovação de Credenciamento Titular' de R$181,52 passará para R$900 e 'Renovação de Credenciamento de CFC' que custa R$167,65, passará a custar R$906,82.

A Alteração no registro de CFC deve sair de R$ 172 para R$ 226,84; Inclusão de instrutor de outro CFC de R$ 27,73 para R$ 36,43; Credenciamento inicial de diretor e instrutor de R$ 81,94 para R$ 107,62; Assinatura anual p/ credenciamento de acesso ao sistema informatizado de R$ 1,258, 04 para R$ 1,652,45.

A renovação, segunda via e mudança de categoria da Carteira Nacional e Habilitação (CNH) não sofreram alterações no preço. Reexame teórico e reexame prático também não. Entretanto, como grande parte dos acréscimos de taxa são para as autoescolas, o valor deverá ser sentido no bolso do consumidor, já que eles acabam implicando no aumento de serviços prestados.

O deputado Ulysses Moraes (DC), que recebeu com surpresa o projeto de lei, considera a mensagem do governo como uma verdadeira bomba para a população mato-grossense. "Olhando rapidamente o PL, são 36 novos tributos, 28 readequações, destas, 26 para valores superiores ao praticado. Outras 81 taxas também devem sofrer aumento de acordo com documento. Ninguém aguenta mais! Todos nós temos veículos. Não dá para aceitar! Vamos lutar todos os dias nesta Assembleia Legislativa contra o aumento de tributos, contra o aumento de taxas. Sugiro que população cobre seus parlamentares para que digam não a este projeto. Nosso salário em sua maioria já é consumido quase que integralmente pela quantidade de impostos que pagamos. É um verdadeiro abuso com o contribuinte", frisou Ulysses.

No dia 07, o impostômetro, que calcula em instantes a estatística de impostos pagos do país, Mato Grosso arrecadou nos últimos 11 meses aproximadamente R$33.859 bilhões em tributos, e ocupa ainda o 1º lugar na cobrança de impostos para abertura e operação em empreendimentos.

Veja lista de alterações AQUI

27 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • AIRTON ANDRÉ DE CAMPOS
    13 Dez 2019 às 20:17

    Isso é um roubo nos não aguentamos mas aumentos de imposto

  • Igor
    11 Dez 2019 às 09:34

    Também, com a sanha consumidora de dinheiro do nosso legislativo, pois se estes gastassem menos, ou melhor, se tivessem menos benefícios e dinheiro à disposição para os deputados e o PL para gastar livremente, já ajudaria no não aumento de tributos

  • Chico Bento
    11 Dez 2019 às 08:50

    Vejo aqui que todos reclamam do governo. Mas a matéria está na AL pra ser votada. E será aprovada por aqueles que se dizem representantes do povo, os tais deputados.

  • Francisco
    11 Dez 2019 às 08:48

    Realmente alguns não leram a matéria. Os que leram entenderam e estão quietos e calados pois os aumentos são somente para auto escola. Mas de qualquer forma o governador mexeu no vespeiro em quem realmente manda NO DETRAN. Despachantes, donos de auto escola e afins. O povo está calado e não acredita na balela de que é ele que paga... se as auto escolas aumentarem vao ter seus lucros diminuidos... lei da procura e da oferta.

  • Ggm
    11 Dez 2019 às 07:26

    E preciso arrecadar esse é o lema do galo e o mente, então aguardem que vem mais bomba ai. A Folha de pgto e grande.

  • Julio Cesar
    11 Dez 2019 às 07:16

    Isso já virou palhaçada ! Primeiro a alta no Icms agora isso ! Não tem bolso que suporte não. Só se for o bolso dos políticos.

  • Jlcacerense
    10 Dez 2019 às 21:50

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Renilson de jesus
    10 Dez 2019 às 21:06

    É uma vergonha tudo isso ,mas fazer oque né?se o carro que eles usam somos nos que pagamos toda despesas,

  • JOILSON NOVAIS DA SILVA
    10 Dez 2019 às 19:47

    Governo sem noção, do quanto a sociedade já paga de imposto. Devia trabalhar em prol da população e não só dá arrecadação.

  • Paulo Henrique
    10 Dez 2019 às 19:15

    17% sobre bens arrematado em leilão, bens usados em sua maioria péssima condições uso! Já foi pago uma vez quando comprou novo e agora novamente!! Cada veículo que é retirado do pátio é uma renda a mais, porém não é suficiente, da minha parte vai virar sucata leilão no mato grosso nunca mais........

Sitevip Internet