Olhar Jurídico

Segunda-feira, 20 de maio de 2024

Notícias | Geral

INSPEÇÃO DO CNJ

'Temos um processo para cada dois habitantes e MT está no padrão', diz ministro do STJ sobre problema da judicialização

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

'Temos um processo para cada dois habitantes e MT está no padrão', diz ministro do STJ sobre problema da judicialização
O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e corregedor nacional de Justiça, Luis Felipe Salomão, reconheceu que a judicialização é um dos principais gargalos do judiciário brasileiro.


Leia também
TJ garante direito de moradora de condomínio manter quatro animais de estimação em apartamento


Ele destacou que no país existem mais de 80 milhões de processos que estão em tramitação, o que representa quase um processo para cada dois habitantes. Segundo ele, esse acúmulo não existe em outro país do mundo.

“Nós temos uma um processo de judicialização muito grande e isso gera demanda, uma estrutura também de funcionamento. Mas em contrapartida nós também temos um Poder Judiciário extremamente organizado em carreira, os juízes são promovidos dentro da carreira, temos um orçamento próprio, tem autonomia, independência prevista na Constituição, então nós temos motivo para se orgulhar, é um problema do Brasil inteiro, não é um problema só de Mato Grosso, nós temos que saber lidar com ele”, comentou durante visita em Cuiabá nesta terça-feira (19).

O ministro está na capital para inspecionar os serviços do Poder Judiciário de Mato Grosso. Segundo Luis Felipe Salomão, apesar dos problemas, o Tribunal de Justiça do estado tem aplicado os recursos adequadamente e as varas estão funcionando dentro de um padrão considerado bom pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

“Mato Grosso tá dentro do nosso padrão, é um tribunal que funciona bem, a justiça de primeiro grau tem alguns gargalos típicos de um estado pujante, como é o estado do Mato Grosso”, disse.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet