Olhar Direto

Quarta-feira, 26 de junho de 2019

Notícias / Política MT

Mesmo após fim da greve, governo mantém comitê de crise permanente no feriado

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

01 Jun 2018 - 09:00

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Mesmo após fim da greve, governo mantém comitê de crise permanente no feriado
O Comitê de Crise, criado pelo governador Pedro Taques (PSDB), visando encontrar soluções para resolver os problemas causados pela greve dos caminhoneiros não parou no feriado de Corpus Christi. Desde esta quinta-feira (31) não houve o registro de nenhum bloqueio de rodovias federais no estado.

Leia também
Galo avalia que aumentar impostos de bebidas e cigarros não compensaria redução em combustíveis


O secretário-chefe da Casa Civil, Júlio Modesto afirmou que a equipe do governo não irá descansar até a volte a normalidade nas estradas e nos municípios do estado, com combustíveis em postos, alimentos em supermercados, além do funcionamento da saúde e segurança.

Confira um panorama das ações já realizadas:

Não há pontos de bloqueios em Mato Grosso.

Helicóptero Pantera, do Exército Brasileiro, levou 263 quilos de medicamentos ao Hospital Regional de Sinop.

Vacinação contra Influenza prorrogada até o dia 15 de junho.

Cirurgias eletivas estão suspensas até a próxima segunda-feira (04.06). Nova posição sobre os Hospitais Regionais sairá nesta sexta-feira (01.06).

Para pôr fim à greve dos caminhoneiros, o Governo Federal decidiu zerar a Cide/Cofins e PIS do óleo diesel, o que deve reduzir em R$ 0,46.

O Governo de Mato Grosso conseguiu congelar no Confaz a pauta do valor do óleo diesel. Na prática, o diesel deixa de receber o aumento de 0,17 feito pela Petrobrás.
Aeroporto de Cuiabá já operando na normalidade.

Vacinação contra febre aftosa até o dia 17 de junho e comunicação até 20 de junho
Indea editou a portaria 53/2018 com a possibilidade de o produtor renovar a Guia de Transporte Animal (GTA) que não foi usado.

Governador apresentou alteração à lei 6.338 que vai possibilitar os frigoríficos de Mato Grosso a aderirem ao SISBI.

06 dias sem abate nos frigoríficos. Os frigoríficos já começaram a escoar a carne que estava armazenada. Novos abates devem ocorrer amanhã (01.06).

O Exército fez 70 escoltas, inclusive de cargas até Cuiabá.

Carregamento de gás de cozinha vindo de Paulínia para ser envasado em Mato Grosso. A carga já chegou e 12h desta sexta já deve estar nos pontos de venda de Cuiabá.

Governo atuou para evitar apagão em Querência e no Distrito de Guariba (Aripuanã).
Já foram destruídos 1,05 milhão de ovos férteis (frangos). Não houve novas destruições.

Reconhecimento e segurança da linha férrea da Ferronorte feita pelo Exército Brasileiro.

Não há pontos de bloqueios em MT.

Caravana da Transformação - Segue normal no Gigante do Norte, em Sinop (realizando cirurgias até o dia 03).

80% dos alunos da rede estadual com aula normal. A preocupação era com a alimentação da próxima semana e o gás de cozinha, mas já foi normalizado.

Procon atuando desde o início da greve junto com a Decon (Delegacia do Consumidor). Os preços estavam um pouco maiores no meio da semana por conta da escassez de álcool anidro. 27% da gasolina tem a mistura, mas o produto não era encontrado, o que deixou a gasolina com valor mais elevado.

Alimentação nos presídios (Família pode levar alimento, flexibilização dos cardápios).

Na realidade, são 20 municípios que já decretaram situação de emergência, na lista divulgada ontem (30.05) erroneamente divulgamos 22, Nova Monte Verde e Nova Olímpia estavam listadas duas vezes: Chapada dos Guimarães; Itanhangá; Mirassol d’Oeste; Sorriso; Tangará da Serra; Água Boa; Campinápolis; Guiratinga; Nova Monte Verde; Nova Nazaré; Nova Olímpia; Paranatinga; Porto Alegre do Norte;  Ribeirãozinho; Santa Cruz do Xingú; Brasnorte; Alto Araguaia; Terra Nova do Norte; Canabrava do Norte; Paranatinga e Porto dos Gaúchos.

Governador decretou ponto facultativo na última segunda-feira (28.05) por conta da crise, o trabalho foi retomado normalmente na terça-feira (29.05).

Mato Grosso passa a cumprir a MP para a não cobrança do eixo suspenso de caminhões em estradas estaduais. O caminhão precisa estar vazio.

O Governo Federal fechou acordos com os caminhoneiros para que 30% da produção destinadas à Conab sejam transportadas por caminhoneiros autônomos.

MP impõe preço mínimo ao frete.

Valor dos reajustes da Petrobras deixam de diários e passam a ser mensal, o próximo reajuste ocorre daqui 60 dias.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por justiça
    02 Jun 2018 às 05:37

    Esse gov. so tem palavras negativa so fala em crise isto tem que acabar fora TAQUES DE UMA VEZ E TODA SUA EQUIPE DE MALFEITORES...

  • Juvenal Clarindo
    01 Jun 2018 às 17:27

    Só para aumentar gastos Aí semana que vem começa a tortura de pagamento de salário.

Sitevip Internet