Olhar Direto

Sexta-feira, 25 de setembro de 2020

Notícias / Política MT

Terceiro mais votado, Emanuelzinho diz que pai foi importante, mas só o ajudou após expediente

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

11 Out 2018 - 18:22

Foto: Reprodução/Facebook

Emanuelzinho ao lado do pai, prefeito Emanuel Pinheiro

Emanuelzinho ao lado do pai, prefeito Emanuel Pinheiro

Eleito como o terceiro candidato a deputado federal mais votado na eleição do último domingo (7), com 76.781 votos, o estudante universitário Emanuel Pinheiro da Silva Primo, o “Emanuelzinho” (PTB) disse que precisou andar com as próprias pernas e que seu pai, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), mesmo com sua força política, só pôde apoiá-lo depois do horário de expediente na prefeitura.

Leia também
'Me tachavam de bobinho da corte, mas estavam muito enganados', diz Nelson Barbudo


Em entrevista ao Olhar Direto, o estudante disse que sua família teve receio com sua candidatura no início e que por estar se dedicando 100% para Cuiabá, o pai não pode acompanhar de perto a trajetória até sua vitória nas urnas, mas o ajudou como pode.

“O meu pai me apoiou do jeito que ele pode somente fora do horário do expediente. A prioridade dele é Cuiabá e ele já tem um mandato. Quem estava buscando um mandato para servir o povo de Mato Grosso era eu. Então ele estava cuidando de Cuiabá e fora do expediente no que ele podia, com a capilaridade política dele e com o apoio que ele tem, ele me ajudou. Mas o foco dele é Cuiabá e eu que tive que correr atrás”, explicou o jovem deputado eleito.

Sem o apoio integral do prefeito, Emanuezinho, no entanto afirmou que o empenho da mãe, a primeira-dama Marcia Pinheiro foi fundamental para trazer mais votos, principalmente pelo reconhecimento ao trabalho social que ela vem prestando por anos em regiões mais humildes da baixada cuiabana.

“Ela viu este meu desejo de fazer a diferença e entrou de cabeça na campanha. Ela é muito organizada na capitalização de votos e tudo que ela pode fazer ela fez. Eu só tenho que me orgulhar e ajudar a ela a fazer este trabalho para os mais humildes que ela vem fazendo em Cuiabá”, afirmou.

Candidato mais jovem eleito em Mato Grosso, com 23 anos, Emanuelzinho desbancou nas urnas políticos com anos de carreira. Para o jovem, a sua grande aceitação nas urnas se deve ao descontentamento da população e a vontade nacional de novos nomes na política.

“Esta é minha primeira candidatura. A gente sempre ficava naquela dúvida, mas sabia  que tinha uma expectativa muito grande pelo novo, pelo que representa a mudança do que estava ai. Tenho que agradecer a cada voto que recebi e o que me resta é trabalhar e honrar cada voto que recebi”, concluiu.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet