Olhar Jurídico

Terça-feira, 24 de novembro de 2020

Notícias / Civil

Zaque indefere investigação contra gestão Emanuel por suspeita de aluguel fantasma

Da Redação - Arthur Santos da Silva

27 Out 2020 - 19:27

Foto: Rogério Florentino/ Olhar Direto

Zaque indefere investigação contra gestão Emanuel por suspeita de aluguel fantasma
O promotor de Justiça Mauro Zaque de Jesus, membro do Ministério Público de Mato Grosso (MPE), indeferiu instauração de procedimento investigatório em face da gestão do atual prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB).

Leia também
Corregedora do CNJ quer barrar Carlos Alberto para realização 'imediata' de eleição no TJMT

 
A atuação do MPE foi baseada em ofício encaminhado pelo vereador Diego Guimarães. O parlamentar apresentou denúncia sobre suposta fraude na Secretaria Municipal de Educação. Segundo Guimarães, um imóvel foi alugado, no bairro Osmar Cabral, para funcionamento de uma escola, contrato no valor global de R$ 144 mil.
 
Oficiada a Secretária Municipal de Educação de Cuiabá informou que “a referida locação se fez necessária ante os graves problemas estruturais da EMEB Ana Luiza Prado Bastos”. O bem locado acolheria temporariamente os alunos.
 
Em manifestação, Zaque acolheu manifestação da prefeitura. “É possível verificar a justificativa da escolha do imóvel pela a administração pública, onde a mesma alega as características particulares do imóvel, como por exemplo, sua proximidade da antiga unidade escolar”.
 
“Assim, considerando que as condutas por ato de improbidade descritas na representação não foram confirmadas, e pelo contrário foram plenamente esclarecidas nas diligências efetuadas entendo não haver motivo para manter o presente feito”, salientou Mauro Zaque.
 
O indeferimento da instauração de procedimento investigatório foi assinado no dia 26 de outubro.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet